15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://umasulamericana.com 300 1
theme-sticky-logo-alt
theme-logo-alt
Como aprender espanhol sozinha e de graça

Como aprender espanhol sozinha e de graça em 7 passos do zero a fluência

Nomad conta global - Código promocional NomadPowered by Rock Convert

Quando fiz minha primeira viagem para a Argentina, eu não sabia falar nada em espanhol. Nunca havia tido contato com o idioma. Algumas viagens depois, eu estava então oferecendo um curso para quem quer aprender espanhol sozinha, além de trabalhar coordenando pessoas de toda a América Latina.

Como consegui aprender espanhol viajando sozinha? Nos próximos parágrafos você vai ver como passei a falar espanhol do zero. Zero mesmo. Vou te contar como foi esse processo em 7 passos, minhas dificuldades e as técnicas que usei pra me tornar fluente no idioma.

Os 7 passos que me ajudaram a aprender espanhol sozinha e que vou compartilhar com você são:

  1. Perceber a diferença entre português e espanhol
  2. Aprender o básico de espanhol por aplicativo
  3. Treinar o ouvido em espanhol
  4. Aprender a escrever em espanhol
  5. Passar a pensar em espanhol
  6. Perder o sotaque brasileiro
  7. Avançar no idioma através do trabalho

Meu primeiro contato com o espanhol

Bariloche - Cerro Campanário - Destinos para viajar no Outono
Primeira vez que viajei a Bariloche e tive contato com o espanhol

Antes de viajar eu nunca havia tido contato com o idioma, exceto por ouvir algumas músicas populares, como por exemplo a do João Paulo e Daniel que diz ‘estoy enamorado y este amor é tão grandeeee’.

Pelo que me lembro, a primeira vez que ouvi uma frase completa em espanhol foi no voo para Bariloche, quando fiz minha primeira viagem da vida, em 2011.

Era meu primeiro voo, a primeira vez que saia de São Paulo. Assim que foi todo um mundo novo pra mim.

Nessa oportunidade, eu não falava nada de espanhol. Eu sabia, não sei como, que buenos días era bom dia e gracias era obrigada, mas saia com o sotaque mais brasileiro do mundo.

1 – O primeiro aprendizado de espanhol: como se falam as letras e fonemas

Conheça o Parque Llao Llao em Bariloche, Região dos Lagos Andinos - Argentina
Parque Llao LLao, Bariloche – se pronuncia xao xao

Em Bariloche, eu quis conhecer um Parque chamado Llao Llao. Ao perguntar a uma pessoa na rua como eu poderia chegar lá, já que em 2011 não tínhamos smarthphones com GPS como hoje, eu pronunciei Lau Lau.

Nem preciso contar que o cara ficou sem entender, até que mostrei escrito e ele disse ‘Ahhh, Xao Xao’.

Pois essa foi minha primeira lição para aprender espanhol sozinha: as letras e fonemas possuem sons diferentes.

Outro exemplo foi quando fui comer em um restaurante e no cardápio dizia ‘queso y jamón’. Queso associei a queijo, mas e jamón? Perguntei ao garçom que não entendeu e quando mostrei a ele no menu ele exclamou ‘ramom’.

Passei a entender que, mesmo que se escreva muito parecido, espanhol e português se diferenciam na pronúncia.

Essa é uma das aulas do meu curso de ‘Espanhol para viajantes’ disponível na Worldpackers Academy.

Vou criar um artigo aqui no blog UMASULAMERICANA com essas dicas, então, segue no Instagram @umasulamericana para não perder quando for publicado.

2 – Aprendendo espanhol sozinha por aplicativo

Aplicativos para aprender espanhol sozinho e grátis

Em 2014 eu voltei a Patagônia argentina, mas antes eu decidi que não iria passar dificuldade para me comunicar.

Então baixei um aplicativo no celular e passei a aprender espanhol sozinha estudando cerca de 30 minutos todos os dias durante três meses.

Este passo foi importante para que eu pudesse aprender palavras básicas em espanhol que seriam úteis na viagem.

Alguns exemplos:

  • Sabana – Lençol
  • Cuchara – Colher
  • Tenedor – Garfo
  • Cuchillo – Faca
  • Carne de cerdo – Carne de porco
  • Pollo – Frango
  • Jamón – Presunto
  • Habitación doble – Quarto para dois
  • Baño – Banheiro

Além dessas palavras básicas, aprendi algumas frases. Por ter memória fotográfica, escrevia tudo o que aprendia em um caderno.

Isso foi muito útil, porque esses poucos meses estudando espanhol online me ajudaram a ter uma introdução no idioma.

Eu usei o Busuu para aprender espanhol sozinha, mas existem outros aplicativos que listei em um artigo aqui no blog com dicas para aprender espanhol online.

3 – Aprendendo a OUVIR ESPANHOL no mochilão pela América do Sul

Dicas para aprender espanhol sozinha
Salar de Uyuni – 4 dias ouvindo vários sotaques de espanhol

Em 2015 saí para um mochilão que durou 5 meses, no qual percorri alguns países da América do Sul.

Nessa ocasião eu viajava com um ex-companheiro que é brasileiro, então, apesar de estar inserida numa rotina cujo o espanhol é o idioma principal, me mantive falando português diariamente.

Mesmo assim, consegui me desenvolver bastante conversando com nativos e turistas. Aprendi a ouvir, assim pude aprender espanhol sozinha, sem fazer aulas.

Me arriscava a falar, mas o que contou muito nesse mochilão foi a escuta. Fui acostumando meu ouvido e rapidamente eu podia entender bastante o que eles conversavam entre si.

4 – Aprendendo a escrever espanhol sozinha

Uma dica para aprender espanhol sozinha é assistir filmes e séries com legenda
Cena do filme TOC TOC

Em 2015, ainda no mochilão, comprei um livro no Peru, a versão infantil do Diário de Anne Frank, e pude me familiarizar com a escrita. Li o livro em voz alta para facilitar o aprendizado na pronúncia. Aliás, faço isso até hoje.

Outra coisa que fazia era assistir filmes em espanhol e com a legenda em espanhol. Isso foi em 2017. Tudo bem que não entendia uma boa parte dos diálogos, mas pelo menos eu pude perceber como se escrevia o que eu estava ouvindo.

Além disso, a partir de 2019, comecei a trocar mensagens por whatsapp com meus contatinhos hispano-falantes, meus amores de viagem, e pude aprender mais da escrita informal.

Através do Tinder, caso não saiba, um aplicativo de encontro, adicionei alguns caras no Whatsapp e passei a conversar em espanhol, mas não antes de configurar meu celular para este idioma. Assim o corretor me corrigia enquanto eu escrevia.

5 – Aprendendo a pensar em espanhol viajando sozinha

Como estudar idiomas por conta própria para viajar
Mochilando sozinha para aprender espanhol com uma imersão

Em 2017 e 2018, quando comecei a ter viagem como estilo de vida, fiz algumas viagens por Peru, Argentina e Chile, além do Paraguai. Foi assim que tive a oportunidade de aprender espanhol viajando sozinha.

Diferente de quando se tem uma companhia falante de português, viajando sozinha é possível se desenvolver muito melhor no aprendizado, porque você está quase que 100% do tempo falando e ouvindo o idioma.

Cupom desconto worldpackers - UMASULAMERICANA código promocionalPowered by Rock Convert

Viver essa imersão me levou a um impressionante progresso em um mês. Quando cheguei em Tilcara, no Norte argentino, percebi que estava pensando em espanhol.

Pronto, quando você passa a pensar no idioma, você atingiu um bom nível e só resta aperfeiçoar, segundo me disse um italiano que dava aulas na argentina.

Sabendo disso, comecei propositalmente a pensar em espanhol. Se eu ia ao supermercado, por exemplo, andava nos corredores pensando em espanhol ‘qué quiero yo comer esta noche? Te parece unos fideos con queso?’. Ou então ia caminhando numa trilha e dialogava – inclusive em voz alta – comigo mesma ‘Mira donde llegaste, mujer! Estás caminando sola en este lugar increíble y lo tienes solo para ti’.

6 – Perdendo o sotaque e aprendendo a me expressar em espanhol

Como funciona o intercambio de espanhol
Amigos que fiz no meu primeiro voluntariado, apenas eu de brasileira

Quando converso em espanhol, os nativos costumam me elogiar bastante, porque não tenho sotaque brasileiro. Como eu consegui?

Bom, depois de aprender espanhol sozinha nas viagens, comecei a me desenvolver melhor na fala. Tanto para perder sotaque, quanto para poder me expressar bem.

Em 2019 e 2020 saí em outro mochilão pela América do Sul, depois de me divorciar. Dessa vez fui sozinha e voluntariando pela Worldpackers.

Ao conversar em espanhol, prestava bastante atenção na boca das pessoas que conversavam comigo. Percebia onde batiam a língua e o quanto abriam a boca na hora de pronunciar as palavras.

Percebia quais letras subtraiam na fala informal, o ritmo das palavras. Fui decorando como se fosse letra de música. Assim, fui deixando o sotaque brasileiro e ganhando o do espanhol latino, especialmente da Argentina e Chile.

Além disso, para poder me expressar melhor e conseguir me aproximar cada vez mais da minha personalidade original, passei a aprender gírias, expressões e maneirismos.

Cada país possui suas particularidades, mas fui adotando um pouco de cada lugar ao longo da viagem.

Foi assim que pude aprender espanhol sozinha viajando e voluntariando.

mais de 2 mil vagas de voluntariado em toda a América Latina e mais de 200 na Espanha.

O voluntariado funciona assim: você oferece ajuda em projetos anfitriões e em troca recebe moradia/hospedagem e outros benefícios como café da manhã, lavanderia e descontos em passeios, por exemplo.

Existem projetos de hospitalidade, como hostels, hotéis e casas de família; projetos ecológicos, como fazendas, granjas e sítios de permacultura; projetos sociais, como ONGs, comunidades e escolas e projetos espirituais, como retiros e centros holísticos.

Saiba mais sobre voluntariado como ferramenta de aprendizado de idiomas.

7 – Avançando no aprendizado de espanhol trabalhando

Vídeo que gravei em Espanhol para o trabalho

Por fim, o que me levou a avançar ainda mais no aprendizado do idioma por conta própria foi trabalhar em espanhol.

Entre 2020 e 2022 trabalhei na equipe do Youtube da Worldpackers, onde meu trabalho era escrever roteiros e gravar em português e espanhol, além de coordenar pautas e vídeos de videomakers de toda a América Latina e Espanha.

Durante esse período eu pude aprender termos mais técnicos, que eu jamais poderia aprender em outras ocasiões.

Apendi coisas como:

  • Vistas – Visualizações
  • Suscripciones – Inscrições
  • Lista de reproducción – Playlist
  • Portada – Thumb
  • Guión de video – Roteiro de vídeo
  • Derechos de autor – Direitos autorais

Além disso, aprendi muito termos ligados a rotina de trabalho, marketing, comunicação e novas palavras comuns que eu não conhecia.

Configurei meu navegador para espanhol e assim pude aprender muitas coisas novas.

Se você se pergunta como faria isso sem ter exatamente um trabalho em espanhol, uma dica que te dou é procurar freelas de tradução e cobrar bem barato para assim começar a aprender novos termos.

Ou então por conta própria busque textos na internet que te interessem e passe a traduzi-los. Outra coisa é trabalhar em restaurantes durante uma viagem por países hispano-falantes, por exemplo.

Aqui você pode ver algumas dicas para trabalhar na viagem.

Conclusão

Bom, foi assim que aprendi espanhol sozinha, viajando e trabalhando. Faz muitos anos, eu sei, mas tudo isso que eu vivi você pode viver bem mais rápido, como contei nas dicas desse vídeo que fiz justamente para o trabalho, (mas em português).

Confira mais publicações sobre espanhol aqui no UMASULAMERICANA.

Sei que ainda tenho muito o que aprender para chegar a proficiência, mas para mim aprender espanhol sozinha é um hobby e vou sem pressa viajando e me desenvolvendo.

Um exemplo, é que recém pedi demissão para viajar a América Central, assim que agora vou aprender ainda mais sobre as variações entre o espanhol falado em diferentes países.

Não deixe de seguir no Instagram @umasulamericana para acompanhar assim o dia a dia desse mochilão sem data para voltar.

Se inscreva também no canal do Youtube.

Salve esta imagem no Pinterest

Como aprender espanhol sozinha e de graça
canal de viagens no youtubePowered by Rock Convert
POST ANTERIOR
8 motivos para conhecer Ubatuba e se apaixonar
PRÓXIMO POST
Viajar com a Worldpackers é seguro? É confiável?