15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://umasulamericana.com 300 1
theme-sticky-logo-alt
theme-logo-alt
Descubra o que fazer na Patagônia

O que fazer na Patagônia – Descubra as 21 melhores experiências

canal de viagens no youtubePowered by Rock Convert

Não vou cansar de escrever sobre essa região e o que fazer na Patagônia. Além de ser meu amor da vida inteira – inclusive meu primeiro amor, a região mais austral do planeta é gigante e cheia de experiências incríveis para viver.

Navegar em lagos de degelo; caminhar entre árvores milenares; avistar animais selvagens e percorrer reservas e parques que parecem de mentira são algumas das coisas imperdíveis para fazer na Patagônia.

Com uma área turística que vai da Província de Neuquén à Terra do Fogo, a Patagônia te reserva pelo menos três viagens diferentes, como você pode conferir nesse post com roteiros para combinar Argentina e Chile na Patagônia..

20 coisas para fazer na Patagônia antes de morrer

Quanto custa Circuito W em Torres del Paine no Chile
Foto de Samuel Chenard via Unsplash

Na verdade essa lista pode ser infinita, mas como isso aqui não é uma bíblia e eu também sou gente, selecionei 20 experiências para viver no Sul do mundo.

1 – Caminhar sobre o Glaciar Perito Moreno é o primeiro item da lista de o que fazer na Patagônia

Glaciar Perito Moreno - Minitrekking - El Calafate-Patagonia Argentina

O Glaciar Perito Moreno é com certeza um dos lugares mais lindos da América do Sul. Ele tá localizado dentro do Parque Nacional Los Glaciares, perto de El Calafate.

Além de poder ser visto desde as inúmeras passarelas e desde o lago em um passeio de barco, é possível caminhar sobre a geleira! Pra mim, essa é uma das melhores experiências para viver não apenas na Patagônia, mas na vida.

Existem dois tipos de caminhada, sendo a menor com duração de duas horas. Veja aqui como é o trekking no Glaciar Perito Moreno.

O único problema é o preço. Mas de verdade, a experiência vale a grana. Vai juntando pra poder caminhar sobre uma geleira milenar.

Posts sobre El Calafate e Glaciar Perito Moreno

2 – Trilhar no Parque Nacional Tierra del Fuego não pode faltar de jeito nenhum

Parque Nacional Tierra del Fuego - Ushuaia - Patagônia Argentina

O Parque Nacional Tierra del Fuego é o mais austral do mundo e fica perto de Ushuaia, capital do arquipélago da Terra do Fogo.

No parque você pode encontrar a agência dos Correios mais austral do mundo e carimbar o passaporte, por exemplo. Também pode fazer um passeio no Trem do Fim do Mundo.

Mas incrível mesmo é poder percorrer um dos lugares mais extremos do planeta, que possui uma natureza linda e um grande valor histórico.

Entre caminhadas pesadas e leves, há uma opção pra você, como pode conferir nesse post com todas as trilhas disponíveis no parque. São 40 quilômetros de trilhas.

Foi lá que fiz minha primeira trilha da vida e nunca mais parei!

Saiba tudo sobre o Parque Tierra del Fuego

3 – Alcançar a Laguna de Los Tres, o que fazer na Patagônia para aventureiros

Viagem pela Argentina - 10 coisas que você deve saber antes de visitar o país

Dentro do Parque Nacional Los Glaciares em El Chaltén está uma das trilhas mais lindas que você poderá fazer na Patagônia: Laguna de Los Tres, ou então Fitz Roy., como é também conhecida.

Chegar à Laguna de Los Tres implica uma caminhada longa de 20 a 22 quilômetros e com o último trecho bem puxado, mas vale a pena cada centímetro de caminhada!

O caminho já é lindo por si, mas chegar e ver a Laguna de Los Tres com o Monte Fitz Roy ao fundo é simplesmente sensacional.

Uma opção para não cansar tanto é dormir em um camping grátis que fica antes do trecho pesado. Assim você se cansa menos e ainda dorme dentro do parque.

Veja todas as informações pra fazer a trilha da Laguna de Los Tres em El Chaltén.

4 – Fazer um trekking no Parque Nacional Torres del Paine vai ser inesquecível

Torres del Paine - 10 lugares no Chile para conhecer

Impossível falar de Patagônia sem falar de Torres del Paine – pra mim, o parque mais lindo da América do Sul. Quem concorda, respira.

Você pode, por exemplo, percorrer o parque de carro ou visitar apenas em um dia, seja com agência, seja por conta. Mas a experiência mais incrível mesmo é passar dias percorrendo um dos circuitos que existem.

Há o Circuito O, que dura entre 8 e 10, e o Circuito W, que dura entre 3 e 5 dias. Nos dois você vai passar por áreas do parque que não se alcançam em um dia ou com carro.

Montanhas, lagos, glaciares e mirantes que vão então te fazer sentir que a vida já valeu a pena.

Use Puerto Natales como base e já no parque você pode dormir em campings grátis ou pagos ou em refúgios também.

Leia aqui o Guia do Circuito W

5 – Navegar entre as Capillas del Marmol é um sonho e não pode ficar de fora

Capillas de Mármol na Carretera Austral, Sul do Chile - Patagônia

Uma das paisagens mais surreais que você poderá ver na Patagônia são as Capillas de Marmol, formações rochosas em mármore criadas a milhares de anos pela ação do vento frio e da água.

Para conhecer essa beleza é preciso então fazer um passeio de barco pelo Lago General Carrera, o maior do Chile.

A paisagem é sensacional. Além das Capillas de Marmol e a imensidão azul do lago, há montanhas e condores, por exemplo.

A cidade mais próxima para conhecer as formações e cavernas é Puerto Rio Tranquilo, na Carretera Austral, uma das regiões turísticas mais lindas que eu já percorri. Recomendo forte!

Veja como conhecer as Capillas de Marmol

6 – Fazer a trilha do Cerro Castillo vai ser sensacional, acredite

Cerro Castillo, parque nacional na Carretera Austral, norte da Patagônia Chilena

O Cerro Castillo fica dentro do Parque Nacional de mesmo nome, bem na Carretera Austral.

O nome é devido à forma da montanha, que lembra um castelo. Do pueblo Villa Cerro Castillo se pode ver essa lindeza, mas para alcançar o lago com a montanha ao fundo é preciso fazer uma trilha.

A trilha em si não é complicada, mas as condições climáticas podem dificultar a caminhada. Quando eu fiz não havia uma só nuvem. Apesar de um lindo dia, tive que caminhar debaixo de um sol super forte!

O último trecho sim é pesado: caminho empinado e muita pedra, mas vale a pena o esforço.

Leia aqui como é a trilha ao Cerro Castillo

7 – Conhecer o Ventisquero Colgante no Parque Nacional Queulat deve estar no topo da lista de o que fazer na Patagônia

Queulat - Carretera Austral - Puyuhuapi

Ventisquero Colgante significa justamente geleira suspensa, então imagina a lindeza!

Também na Carretera Austral, no Chile, o Parque Nacional Queulat é onde está esse glaciar no topo de uma montanha, mas ainda tem muito mais no parque.

Para completar a paisagem da geleira, há uma queda d’água do degelo que alimenta um lindo lago verde.

Com certeza essa é uma experiencia imperdível para fazer na Patagônia e recomendo muito! Você pode então usar Puerto Cisnes como base para conhecer.

Veja aqui como conhecer o Parque Quelat e o Ventisquero Colgante

8 – Navegar pelo Canal de Beagle e ver o Farol do Fim do Mundo

Farol do Fim do Mundo - Canal de Beagle (Ushuaia - Patagônia argentina)

Primeiramente, o Canal de Beagle é o estreito que separa as ilhas do arquipélago da Terra do Fogo, um dos arquipélagos mais lindos da América do Sul e que liga os oceanos Atlântico e Pacifico.

Então imagina poder navegar por essas águas, como é importante!

Ao viajar para Ushuaia, na Patagônia argentina, é possível fazer uma navegação pelo Canal de Beagle, mas não é só a navegação.

No passeio você conhecerá algumas ilhotas com animais, tipo pinguins e lobos marinhos, por exemplo. Mas a visita mais encantadora é na ilhota onde está o Faro Faro Les Eclaireurs, mais conhecido como Faro del Fim del Mundo.

Veja aqui como é navegar pelo Canal de Beagle

9 – Explorar o Parque Nacional Los Glaciares é uma das melhores experiencias para viver na Patagônia

Mirador Torre - Trilhas em El Chaltén

O Parque Nacional Los Glaciares fica na Patagônia argentina, no campo de gelo austral. No parque estão geleiras gigantes, lagos e formações rochosas únicas, por exemplo.

As cidades base para conhecer o parque são El Calafate e El Chaltén, mas cada uma das cidades apresenta uma face diferente.

Em suma, em El Calafate os passeios são focados nas geleiras, como Glaciar Perito Moreno e Upsala. São visitas mais caras, como navegação e se deve pagar entrada.

Já El Chaltén é para mochileiro e montanhistas. A entrada no parque é grátis e os campings lá dentro também são grátis e não é preciso guia ou tours para fazer as trilhas, por exemplo.

Explorar esse parque é uma das principais experiências do que fazer na Patagônia.

Navegue entre geleiras, caminhe sobre o Perito Moreno, chegue ao Lago Torre, durma no parque, por exemplo.

Enfim, explore do jeito e como cabe no seu bolso!

Leia os posts sobre o Parque Nacional Los Glaciares

10 – Ter a vista mais lindo do Cerro Campanário vai ser gratificante

Vista do Cerro Campanário em Bariloche

Uma das 8 vistas mais lindas do mundo segundo a National Geografic, o Cerro Campanário fica em Bariloche, perto do centro. É possível ter essa vista de graça e por quanto tempo você quiser.

O morro não é tão alto, chegando a pouco mais de mil metros, mas lá do alto é possível ver os lagos Nahuel Huapi e Moreno, os cerros Lopés, Otto, Catedral e Capilla e muito mais!

Cupom desconto worldpackers - UMASULAMERICANA código promocionalPowered by Rock Convert

É um privilégio poder ver um entono tão lindo como esse e recomendo essa experiência. Quando se perguntar o que fazer na Patagônia, se lembre disso.

Leia aqui como chegar ao Cerro Campanário

11 – Fazer um trekking no Cerro Tronador, topa?

Cerro Tronador, entre as experiências na Patagônia que você deve viver

Apesar de oferecer experiências parecidas com as da Patagônia Austral, a natureza extrema do Cerro Tronador tá em plena região dos lagos, em Bariloche.

Seu nome é em homenagem ao som que ecoa das montanhas quando há desprendimentos de gelo nos glaciares. São 7 geleiras em processo de degelo na região do Tronador.

O cerro mais alto da região de Bariloche, o Tronador possui mais de 3 mil metros acima do nível do mar. O caminho que te leva ao topo é sensacional, passando por mirantes, lagos, rios e ponte, por exemplo.

A graça é chegar ao mirador do Ventisquero Negro, um glaciar desce o cerro. É possível fazer isso de carro ou com agência em van, mas a melhor experiência é o trekking.

Veja 10 hostels por menos de USD 10 em Bariloche

12 – Conhecer as milenares árvores no Parque Nacional Los Alerces

Parque Nacional Los Alerces em Esquel, Ruta 40 na Argentina

Dentre as árvores milenares das Américas está as Alerces, árvores gigantes que demoram até mil anos para chegar à sua altura máxima.

Na Patagônia há um parque nacional para você caminhar entre esse ser vivo de tamanha importância! Além disso, o Parque Los Alerces é extremamente lindo.

Rios de água cristalina, lagos verdes e montanhas ao redor, com direito a geleira, por exemplo!

O Parque Nacional Los Alerces fica perto de Esquel, cidade argentina na divisa com o Chile, na altura da Carretera Austral. Você pode combinar na mesma viagem, como mostrei neste artigo com 3 roteiros para fazer na Patagônia.

Veja aqui como chegar e conhecer o PN Los Alerces

13 – Caminhar até o Cajón del Azul é uma das coisas que mais incríveis para fazer na Patagônia

El Bolsón - Rio Negro, Patagônia Argentina

O Cajón del Azul é uma das trilhas mais lindas que eu já fiz na vida. Apesar de longa, não é difícil e leva a lugares incríveis.

Uma caminhada entre bosques patagônicos, rodeados por cerros e montanhas e bordeando o lindo Rio Azul.

O final da trilha leva ao Cajón del Azul, o cânion que guarda as águas de degelo hiper azul do rio. Durante a caminhada você irá cruzar pontes e ter vistas lindas, por exemplo.

Além disso, a caminhada é auto guiado e sem necessidade de pagar pra nada, só a passagem do ônibus até o início da trilha.

Essa belezura fica na Região dos Lagos Andinos, em El Bolsón, ao sul de Bariloche e é uma das minhas coisas preferidas para fazer na Patagônia.

Veja aqui como chegar ao Cajón del Azul em El Bolsón

14 – Percorrer o Parque Nacional Los Arrayanes

Bosque de Arrayanes - Villa La Angostura

O Parque Nacional Los Arrayanes é outro lugar na Patagônia para caminhar entre árvores lendárias.

Para chegar no bosque dessas árvores avermelhadas você pode partir de barco do Puerto Pañuelo em Bariloche, mas o parque fica mesmo em Villa La Angostura.

De lá você pode chegar de barco ou de trilha ou bike em 24 km, passando por alguns mirantes lindos, como o da Bahia Mansa – pra mim a mais linda vista da região.

O boque de Arrayanes foi inspiração pra animação Bambi da Disney. Ou seja, é como caminhar num cenário de conto de fadas! Certamente algo que que voce deve fazer na Patagônia.

Leia sobre 7 coisas para fazer em Villa La Angostura

15 – Avistar baleias na Península Valdez

Um dos destinos mais procurados na Argentina por quem curte avistar vida marinha é Península Valdéz, a 100 km de Puerto Madryn. A região foge um pouco da rota, porque tá localizada na Patagônia Atlântica, ou seja, do outro lado do país.

A península é habitat natural de baleias, mas também de leões marinhos, elefantes marinhos, pinguins e animais terrestres como guanaco e raposas.

Diferente da Patagônia andina, a temporada alta de Puerto Madryn é entre julho e dezembro pra ver a baleia franca austral e entre setembro e fevereiro pra ver a baleia orca.

Veja 10 coisas sobre a Argentina que você precisa saber

16 – Pedalar o Circuito Chico

Circuito Chico de bike alugada

Na Patagônia existem muitas experiências para viver, mas pedalar no Circuito Chico é sem dúvida algo que tem que entrar na lista de o que fazer na Ptagonia.

O Circuito Chico é um percurso de cerca de 25 km que passa pelo Parque Llao Llao, Bahia Lopez e Villa Suiza, por exemplo!

Pedalei sozinha entre lagos, montanhas e bosques e posso te garantir que foi inesquecível a sensação de liberdade.

Você pode fazer o passeio com agências ou por conta própria, tanto saindo de Bariloche, quanto do início da Ruta 77, onde acontece o Circuito Chico.

Veja aqui como fazer o Circuito Chico em Bariloche

17 – Conhecer a Reserva Nacional Futaleufú

Patagônia - Reserva Nacional Futaleufú
Foto: Divulgação Visit Chile

Próximo à fronteira que leva a Esquel, na Argentina, o pueblo de Futaleufú fica no Norte da Carretera Austral e lá você vai encontrar paisagens surreais.

Por exemplo, a Reserva Nacional Futaleufú, com bosques e animais protegidos, rio de água azul e montanhas ao redor.

Você oode fazer trilhas no parque, além de rafting pelo rio Futaleufú, canoagem, cavalgadas e muito mais!

Você pode chegar no pueblo desde Puerto Montt, cruzando com barco para a Carretera Austral.

Veja onde se hospedar em Futaleufú

18 – Viajar de carona ou carro pela Carretera Austral

Experiências na Patagônia - 20 coisas pra fazer

Entre as coisas mais incríveis que eu já tive o prazer de fazer na minha vida está viajar pela Carretera Austral. Ainda mais porque fiz isso de carona!

Em suma, a Carretera Austral é o nome turístico da Ruta 7 chilena, a única estrada e que liga toda a Patagônia norte do país. Uma região isolada cheia de povoados, parques e paisagens inesquecíveis.

Percorrer a Ruta 7 é algo que você precisa fazer na vida, então é uma experiência que não se deve deixar de fazer na Patagônia!

Uma opção é fazer isso de carro. Você pode alugar um veículo em Puerto Montt, Balmaceda ou em Chiloé e fazer de ponta a ponta. Não se esqueça de levar a galera de carona!

Ou você pode usar barco ou a Argentina pra começar o rolê e seguir tudo a dedo.

Já tô escrevendo um post sobre a Carretera Austral, então fica ligado aqui no blog e siga no Instagram @umasulamericana.

19 – Percorrer a Ruta de Los Siete Lagos

Rio Correntoso desde a Ruta 40 - O que fazer em Villa La Angostura

Entre Bariloche e San Martín de Los Andes existe uma rota turística impressionante. A Ruta de Los Siete Lagos pode ser feita em partes, como eu fiz, ou de uma vez em carro alugado ou tour.

Apesar de se chamar 7 lagos, são onze entre as três cidades. Começando por San Martín de Los Andes, passando por Villa la Angostura e terminando em Bariloche: Lago Lácar, Lago Machónico, Lago Hermoso, Lago Villarino, Lago Falkner, Lago Escondido, Lago Traful, Lago Correntoso, Lago Espejo, Lago Espejo Grande e Nahuel Huapi.

Em tour se pode fazer em algumas horas. De carro recomendo dormir em cada cidade para curtir os lagos, mais que só olhar. E por conta sem carro, como eu, é bem difícil conhecer todos, mas rola conhecer alguns em alguns dias de viagem.

Leia aqui um roteiro pelos Lagos Andinos da Argentina e Chile

20 – Visitar uma Pinguinera

Pingunera é como se chama a ilha ou espaço onde há colonias de pinguins e os dois destinos mais indicados pra quem tá a fim de visitar uma pinguinera na Patagônia são Ushuaia e Punta Arenas.

As duas cidades ficam bem no extremo sul do continente e durante os meses de verão é possível então visitar colônias de pinguins.

Em Punta Arenas, no Chile, é mais barato fazer esse passeio, mas de qualquer maneira deve ser feito com agências.

Em alguns lugares não se pode desembarcar, mas outros passeios permitem que você caminhe a uma certa distância dos animais.

Com certeza vai ser uma das experiências mais inesquecíveis da Patagônia!

O que fazer na Patagônia? Definitivamente esquiar

Esquiar na Patagônia

Enfim, esta é uma experiência imperdível que não pode faltar na lista de o que fazer na Patagônia: esquiar!

O destino mais procurado (e também o melhor pra isso) é Bariloche, onde você encontra várias pistas de diversos níveis de dificuldade!

Mas é também possível esquiar em Villa La Angostura e em Ushuaia, todos na Argentina!

A época pra esquiar nesses lugares é durante o inverno, ou seja, entre junho e agosto.

Salve esta imagem no Pinterest e leia o post mais tarde

20 experiências imperdíveis na Patagônia da Argentina e do Chile
Booking - Ofertas de hospedagem na ArgentinaPowered by Rock Convert
POST ANTERIOR
Onde ficar em Mendoza: regiões e dicas de hostels e hotéis
PRÓXIMO POST
Tres Cruces de Jujuy – Puente del Diablo e Inca Cueva

4 Comentários

  • 26 de agosto de 2020 a 15:10
    Thacila

    Incrível, aline!!
    E como vc fez para ter internet em todos esses lugares????

    • 2 de setembro de 2020 a 21:07

      Oi, Thacila. Comprei o chip de cada país e fui recarregando

  • 17 de janeiro de 2022 a 19:03
    SioneROmao

    Quero fazer este roteiro em janeiro de 2023, sera que 30 dias da pra fazer este circuito? Valeu!

    • 18 de janeiro de 2022 a 14:51

      Oi. Olha, toda a Patagonia não rola em 30 dias, mas dá pra viver algumas experiencias escolhendo algumas das regiões.