Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres em El Chaltén

Eu tô apaixonada por El Chaltén e vai ter muito post puxando o saco da cidade aqui no blog. Pra começar, vou falar sobre a lindíssima trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres.

Essa é a trilha mais procurada de El Chaltén! O final dela é na Laguna de Los Tres com vista para o maciço Fitz Roy – o ponto mais próximo que se pode chegar dessa montanha.

Valor referência de câmbio - R$1 = ARS 5.5

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres

O que tem de linda, tem de difícil a trilha ao Fitz Roy. Na verdade, o último trecho dela é punk e vou contar tudo aqui pra você.

Bem, esse post terá poucas fotos da trilha e algumas não são minhas (as minhas tão assinadas). É que eu perdi meu cartão SD com fotos dos meus 3 últimos dias em El Chaltén, incluindo a trilha ao Fitz Roy. Por sorte passei algumas poucas pra o meu celular! Todas chora 🙁

Existem duas maneiras de começar a trilha ao Fitz Roy:

1 – Pelo acesso que fica na Avenida San Martín, a principal via de El Chaltén, onde a vida acontece no povoado e onde estão o acesso a diversas outras trilhas.

2 – Pela Hosteria El Pilar, que fica a quase 15 km de El Chaltén. Pra ir até lá é preciso pegar um táxi ou transfer. Essa trilha passa um trecho lindo do parque Los Glaciares, com vista para o Glaciar Piedras Blancas.

Minha dica é: comece pela Hosteria El Pilar! Assim você economiza um desnível de quase 400 metros. Outra vantagem é fazer duas trilhas diferentes, porque você vai voltar pela Laguna Capri.

Ficha técnica da trilha ao Fitz Roy

Nome: Sendero Laguna de Los Tres
Distância total: via Pilar – 20,7 km e via Capri – 22 km
Tempo total de trilha: 9 horas via Pilar e via Capri
Desnível total: 802 metros
Nível de dificuldade: média até Campamento Río Blanco. Difícil na última hora.

Veja o mapa da trilha pelo Hotel Pilar.

Trilha ao Fitz Roy pela Hosteria del Pilar

A van passou no Patagonia Hostel, onde eu tava hospedada com mais 2 amigos e, 35 minutos depois, nos deixou na estrada, de onde caminhamos 500 metros até o início da trilha. Estive na cidade em abril e tava começando a nevar quando começamos a caminhada.

A trilha vai beirando o Río Blanco com um cenário incrível. O caminho é bem demarcado e fechado.

Depois dos primeiros 4 km está o Mirador Piedras Blancas, que dá vista pra o Glaciar Piedras Blancas, um dos mais baixos da região do parque.

Mirador Piedras Blancas - Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres
Foto: Daniel Barbosa – Mirador Piedras Blancas

– Foto por Daniel Barbosa, que cedeu a foto gentilmente pro post! Instagram @dbpereira e @ruta.latino.america. Valeu, Dani!

Mais uns 2 km pra frente está a placa de decisão: subir à Laguna de Los Tres ou voltar à El Chaltén via Laguna Capri.

Meus amigos e eu nos separaríamos nesse trecho, quando eu tentaria terminar a trilha ao Fitz Roy e eles voltariam a El Chaltén, mas a belezura do caminho e a felicidade de ver neve pela primeira vez fizeram com que eles mudassem de ideia!

Pra continuar, basta escolher o caminho que indica Laguna de Los Tres, nome oficial da Trilha ao Fitz Roy.

Essa plaquinha também é alcançada por quem vem da Laguna Capri, depois de 8 km, mais ou menos.

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Parte final da Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres

Depois dessa placa, passamos pelo Campamento Poincenot – onde você pode dormir gratuitamente. Chegamos ao Campamento Río Blanco, também gratuito, e uma placa deixa claro: trilha difícil!

Esse trecho é punk! Desde o Campamento Río Blanco são mais de 400 metros de ascensão em menos de 2 quilômetros de trilha.

O trecho é acidentado pra caramba, com muita pedra e um caminho estreito, onde só cabe uma pessoa por vez, e aberto, onde o sol pega pesado!

Como no dia em que fiz essa trilha tava nevando, ela ficou extremamente perigosa! A neve pisada pelos trilheiros anteriores virou gelo e deixou o solo escorregadio. O sol tava rachando e tava derretendo a neve não pisada, ou seja, tinha água escorrendo pelo cantos. Um lindo e delicioso caos! A vista da trilha é incrível, alcançando as lagunas de Madre e Hija.

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Levei 1h20 mais ou menos, mas a previsão é de uma hora pra esse pedado da Trilha ao Fitz Roy.

Quando cheguei, o Fitz Roy tava encoberto pela neblina, mas em frente tava um solzão lindo! Vai entender, né!

A Laguna de Los Tres é lindona e enorme! Mas não rolou descer até a beira, porque tava muito frio lá em cima!

A foto de capa do post é da Laguna de Los Tres quando eu estive lá e aqui em baixo está a foto que o Daniel cedeu. Ele foi em março, no restinho do verão.

Laguna de Los Tres e Fitz Roy em março
Foto de Daniel Barbosa

Voltando pela Laguna Capri e esquibunda

A volta já era temida, porque eu sabia o quanto tava escorregadio o solo. Se eu caísse, seria um acidente feio – pedras e barrancos estavam no caminho.

Meu amigo Abner escorregou e a bota dele era menos lisa que a minha e da minha amiga Lu. Nós duas decidimos descer de esquibunda.

Foi sensacional. Eu tava tendo ataque de riso – em parte porque tava muito engraçado e em parte de nervoso! Nossas bundas escorregavam com muita velocidade e batendo nas pedras do caminho. Quem subia ria pra gente e até dizia que foi uma boa ideia.

Esquibunda na trilha ao Fitz Roy, em El Chaltén
Foto por Abner Castro @abnfcastro no Instagram

Chegou uma hora que não tinha mais como descer de bunda e descemos com o cool na mão de medo de escorregar nas pedras. Levei uma eternidade pra descer. Devagar e sempre, né non?

Passando esse trecho tenso, vida que segue normalmente pra voltar a El Chaltén via Laguna Capri. O cenário tava incrível, com a vegetação do outono e o branquinho da neve que havia caído mais cedo.

Alguns trechos me pareceram longos, porque não havia nada de novo pra ver e eu tava bem cansada já. Chegamos, finalmente, à Laguna Capri! Com céu aberto dá pra ver o Cerro Fizt Roy, como na foto.

Passando a Laguna Capri ainda tem bastante chão! São 4 quilômetros de muita descida até a cidade de El Chaltén.

Laguna Capri na trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres
Laguna Capri

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres - El Chaltén

Quanto custa fazer a Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres

As trilhas de El Chaltén, incluindo a Trilha Laguna de Los Tres, são autoguiadas e gratuitas. O acesso ao Parque Nacional Los Glaciares também é gratuito na cidade (é pago em El Calafate).

Caso você vá fazer a trilha ao Fitz Roy via Hosteria El Pilar é preciso pegar um táxi por ARS 600 a corrida ou um transfer por ARS 200 por pessoa, dá menos de R$40.

O transfer você pode pedir no seu hostel em El Chaltén e eles passam em dois horários: 8h e 12h. Indo fora do verão, saia às 8h.

Minha viagem a El Chaltén

Passeios

Chorrillo del Salto
Miradores del Condor e las Águilas
• Fitz Roy e Laguna de Los Tres
• Bike na Ruta 41
• Mirador Torre

Gastos

ARS 2615
R$ 475
USD 130

Rotas

El Calafate em ônibus
ARS 480
⇐ El Calafate em ônibus
ARS 480

Hospedagem

Patagônia Hostel
– USD 14

Salve esta imagem no Pinterest e leia o post mais tarde

Trilha ao Fitz Roy e Laguna de Los Tres em El Chatén, Patagônia Argentina - Veja como é a trilha. Informações sobre tempo e distância e informações de como chegar via Hosteria El Pilar.

Organize sua viagem

Planeje sua viagem com os meus parceiros e ajude a rentabilizar o blog

HOSPEDAGEM

O Booking é maior catálogo de hostels e hotéis do mundo. Escolha por menores preços ou notas de avaliações dadas por outros usuários. Cancelamento gratuito!

ALUGUEL DE CASAS

Alugue casas e apartamentos só para você durante sua viagem. Opções no mundo todo! Ganhe R$100 em créditos para usar na sua primeira reserva.

SEGURO VIAGEM

Viaje com mais tranquilidade e segurança. Saia do país com cobertura em casos de acidente ou doença, além de extravio de bagagem. Conheça a SegurosPromo e ganhe 5% de desconto no seu seguro de viagem. Cote também com a Real Seguros.

ROAD TRIP

Para fazer Road Trips ou para se locomover durante as suas viagens, alugue um carro na RentCars.com, que cota preços com diversas locadoras no mundo todo. Pague em reais, sem IOF e parcele em até 12x sem juros.

LOJA DO BLOG

Mochilas, câmeras fotográficas, itens para camping e muito mais. Acesse a loja de artigos de viagem no blog.

MUITO MAIS

Conheça outros parceiros do blog e planeje sua viagem desde a escolha dos equipamentos.

Assine a news

Dicas, informações, roteiros e inspirações no seu email

Nome
Email
Me identifico como
  • Rodrigo Cardoso (25 de abril de 2018)

    Que pena ter perdido suas fotos! Elas são tão lindas, sempre.
    Mas vamos voltar lá e vamos refazer as fotos! Sei que vai ser num dia diferente, mas tá valendo, né?
    Doido pra fazer essa trilha ao Firtz Roy!

    • Aline Rodrigues (25 de abril de 2018)

      Vamos! Quero voltar numa outra estação pra ver como é! Amei conhecer El Chaltén no outono, mas quero voltar na primavera. Vamos? Aí faremos a Trilha ao Fitz Roy!

  • Ton Müller (27 de abril de 2018)

    Olá Aline, obrigado pelas dicas, pretendo ir este ano para El Chaltén, Fitz Roy, Perito entre outros.. Teria uma dica sobre a melhor época para curtir as paisagens como fotógrafo amante da natureza?
    Obrigado e parabéns pelo blog de muito bom gosto!

    • Aline Rodrigues (27 de abril de 2018)

      Oi, Ton! Valeu pelo comentário.
      Olha, a vegetação é incrível no início do outono, mas o céu aberto você encontra mesmo durante o verão.
      Pra fotografar, sugiro meados de março e abril, porque terá menos pessoas e as chances de céu aberto são maiores.

      • Ton Müller (27 de abril de 2018)

        Muito obrigado Aline! Puts eu me empolgando pra ir na primavera deste ano :/

        • Aline Rodrigues (27 de abril de 2018)

          A primavera pode até ser bonita, mas mais próxima do verão, tipo fim de outubro, novembro, dezembro… É que ainda vai ter muito frio. Mas a vegetação deve ser incrível também!

Deixe uma resposta

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.