Cafayate, noroeste argentino

Salta e Jujuy – Tudo sobre o Norte da Argentina

Salta e Jujuy quase nunca estão nos roteiros de viagem pela Argentina, porque quando o assunto é viajar pelo país vizinho, todo mundo pensa em PatagôniaBuenos Aires e Mendoza. Acontece que o que a Argentina tem de grande, tem de diversidade!

Enquanto no Sul as belezas são geladas e úmidas, no NOA (como é chamada carinhosamente a região norte país), a altitude, os montes coloridos e o clima semiárido apresentam outra face argentina.

Veja neste post tudo o que você precisar saber para planejar sua viagem a Salta e Jujuy: onde se hospedar, como chegar, o que levar, quando ir

Salta e Jujuy, o NOA

Salta e Jujuy - Tudo sobre o norte e noroeste da Argentina
Cachí

O norte da Argentina, no Altiplano Andino, é uma região cheia de belezas naturais e história, onde civilizações pré-colombianas, inclusive incas, viveram e construíram cidades e fortalezas.

Vales surreais, montanhas coloridas, formações rochosas e desertos de sal são só algumas das tantas belezas do NOA.

Entendendo o Norte da Argentina

Para começar, província é como se chama os Estados na Argentina. As províncias do Norte são Salta Jujuy, sendo que as capitais de cada província possuem o mesmo nome (como São Paulo e Rio de Janeiro , por exemplo).

Cada província possui cidades que são atração turística, mas é tudo muito perto e dá para fazer as duas províncias em uma única viagem, se hospedando em Salta e Jujuy ou apenas em uma.

O que ver e fazer em Salta e Jujuy

Iruya fica perto de Jujuy e a Quebrada de Humahuaca, no Norte da Argentina - Salta

Na província de Salta, as maiores atrações são: CachíCafayate, San Antonio de Los Cobres, Tolar Grande e Iruya.

Em Jujuy é a Quebrada de Humahuaca, que abrange as cidades de TilcaraPurmamarca, Humahuaca e Salinas Grandes.

Muito próxima do Atacama, que é o deserto mais árido do mundo, a região NOA é seca e alta. Por isso sua fauna e flora oferecem cactos gigantes, cameloides andinos (lhama, vicunha), condores, etc.

Na Quebrada de Las Conchas, caminho que liga Salta a Cafayate, as formações rochosas são uma das maiores atrações. As mais importantes formações são o Anfiteatro, a Garganta del Diablo, o Obelisco e o Sapo.

Em Salta há um museu com exposição de múmias incas praticamente intactas, que foram encontradas congeladas em uma montanha.

Há um parque com centenas de cardones enormes (parecem cactos) a caminho de Cachí, uma capela construída a quase 3500 m de altitude e cidadezinhas inóspitas.

O Tren a las Nubes é uma estrada férrea que leva a San Antonio de Los Cobres. No caminho há pontes altíssimas e uma vista incrível pra a Quebrada del Toro.

Iruya é um pueblo isolado bem no Norte da província de Salta. Construída em uma vale colorido, com uma igrejinha na montanha, é um dos meus lugares preferidos!

O Tolar Grande é uma atração pouco visitada por ter difícil acesso. Algumas agências têm começado a oferecer passeios para o pueblo, mas ainda cobram muito caro.

Na província de Jujuy a atração é a Quebrada de Humahuaca e suas montanhas coloridas. As mais visitadas são o Cerro de 7 Colores, em Pumarmarca e a Serranía del Hornocal, em Humahuaca. Além disso há um salar que se chama Salinas Grandes e é um dos maiores do mundo. Em Tilcara há um sítio arqueológico chamado Pucará de Tilcara.

Veja aqui 6 lugares para conhecer em Jujuy!

À noite é só curtir as deliciosas peñas que rolam na região, especialmente em Salta e em Tilcara. Peña é uma música folclórica argentina que caracteriza o altiplano andino no país.

Salta e Jujuy - Tudo sobre o norte e noroeste da Argentina

Como conhecer Salta e Jujuy

Aluguel de carros em + de 140 países
Alugue seu carro por aqui! Você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog

Para explorar a região você pode contratar os tours guiados que saem das cidades de Salta, Jujuy e Tilcara ou alugar um carro. Outras coisas você pode fazer por conta própria.

Os tours duram um dia todo e custam entre R$100 e R$150 cada um. Saem das cidades e vão parando nos pontos de interesse. Eles são todos iguais e sem muita liberdade de parar para ver e fotografar a qualquer hora, mas compensam de qualquer maneira!

Já de carro você terá essa liberdade, mas vale mais a pena financeiramente se você estiver em um grupo acima de 3 ou 4 pessoas. Melhor ainda se mais de uma pessoa para dirigir. É que as estradas não são tão fáceis. Possuem muitas curvas, subidas, caminhos estreitos e ainda tem o problema com a altitude, que pode causar sintomas de soroche.

Por conta própria você pode explorar a região com ônibus, que custam barato e saem o tempo todo dos terminais das cidades e pueblos.

Onde se hospedar para conhecer Salta e Jujuy

Para conhecer as atrações de Salta, a melhor opção de hospedagem é a capital Salta. A cidade é grande e possui ótima infraestrutura.

Já na província de Jujuy, para conhecer a Quebrada de Humahuaca, a melhor opção é se hospedar em Tilcara, porque a cidade San Salvador de Jujuy está um pouquinho distante. Tilcara, porém, fica bem no meio da quebrada!

Caso prefira, pode se hospedar apenas em Salta e sair de lá para conhecer as atrações da Quebrada de Humahuaca, mas vai acabar gastante tempo e dinheiro. Não recomendo.

⇒ Em Salta

Se hospede no centro, nas ruas próximas a Praça 9 de Julho, a principal da cidade.

Fiquei no Backpacker’s Salta Suites, na Avenida Urquiza, e no Backpacker’s Salta Home.

Aqui você encontra opções em quartos compartilhados à partir de R$23 a diária (20 minutos andando até praça) e à partir de R$31 a diária (5 minutos da praça).

Para casais há opções de suítes à partir de R$82 a diária (23 minutos caminhando até a praça), a partir de de R$66 a diária (13 minutos da praça) e R$114 a diária (a 4 minutos da praça).

Salta e Jujuy - Tudo sobre o norte e noroeste da Argentina
Salta

⇒ Em Tilcara

De Tilcara há saídas de ônibus para Purmamarca, de onde se chega às Salinas Grandes e onde está o famoso Cerro de Los Siete Colores, além de ônibus para Humahuaca, aonde está o Cerro de 14 colores. De lá também há ônibus para Maimará e Uquia.

Para chegar em Tilcara há ônibus saindo de Salta (AR$300, 3h30 de viagem) e de Jujuy (não sei o valor, e dá mais ou menos 2h30 de viagem).

Aqui você encontra opções hospedagem em Tilcara. Quartos compartilhados à partir de R$24 a diária e suítes para casais à partir de R$93 a diária.

Salta e Jujuy - Tudo sobre o norte e noroeste da Argentina
Pucará – Tilcara

Booking - Ofertas de hospedagem na Argentina

 Como chegar em Salta e Jujuy

Há aeroportos em Salta e Jujuy (capitais), mas não há voos diretos do Brasil. Comprando o voo para/de lá, sempre terá uma escala em Buenos Aires.

De Buenos Aires há voos, que duram pouco mais de 2 horas e ônibus, que levam 22 horas de viagem.

Também é possível ir de Puerto Iguazú, fronteira de Foz do Iguaçu, em ônibus de cerca de 24 horas de viagem via Tucumán, por AR$1228 sentido Puerto Iguazú e AR$1500 sentido Salta (veja aqui).

De San Pedro do Atacama há ônibus que levam 7 horas de viagem desde/a *Purmamarca (veja aqui) e 10 horas desde/a Salta. Custa cerca de AR$810 (veja aqui).

De ou para Uyuni, na Bolívia, a viagem dura umas 17 horas, via La Quiaca com ônibus e trem (veja aqui).

Você ainda pode chegar à Salta a partir de Córdoba, 12 horas de viagem (entre R$90 e R$300 veja aqui).

* Se for pegar o ônibus em Purmamarca, você deve ficar em frente a um hotel na estrada e não no terminal. A passagem se paga ao próprio motorista, se tiver lugar. O ônibus passa entre 9h e 12h.

Purmamarca, como chegar por conta

Ganhe 5% de desconto usando o código promocional SULAMERICANA5

 Quando ir a Salta e Jujuy

Salta e Jujuy - Tudo sobre o Norte e Noroeste da Argentina

Na região norte da Argentina o clima é seco, por a chuva não vai atrapalhar muito sua viagem. Qualquer época do ano é recomendável para curtir as montanhas do norte argentino.

Indo de Março a Maio e de Setembro a Novembro você evita as altas temperaturas no verão e baixas do inverno.

Por ser uma região seca, o céu costuma estar sempre aberto, com poucas nuvens e o sol estalando!

Estive na região em setembro e peguei dias lindos e agradáveis. Durante a manhã fazia um pouco de frio, a tarde esquentava muito, muito mesmo, e à noite a temperatura voltava a cair. No fim de tarde ventava muito.

Voltei em junho e fazia muito frio, especialmente nas montanhas e à noite. Mas tiveram dias de eu quase morrer de calor!

Em fevereiro rola o Carnaval, com muita música, dança e fantasias folclóricas.

Clima de Salta e Jujuy mês a mês

JANFEVMARABRMAIJUN
Máximas27°C26°C24°C22°C21°C19°C
Mínimas16°C16°C14°C11°C7°C3°C
Médias21°C20°C1916°C13°C10°C
Precipitação183 mm163 mm119 mm36 mm8 mm3 mm
JULAGOSETOUTNOVDEZ
Máximas20°C22°C23°C26°C27°C28°C
Mínimas4°C7°C11°C14°C15°C15°C
Médias10°C12°C15°C19°C21°C21°C
Precipitação3 mm5 mm8 mm25 mm66 mm137 mm

Quantos dias ficar na região de Salta e Jujuy

Claro que isso depende muito do quanto você dispõe e do que e como gosta de viajar.

Para Salta reserve pelo menos um dia inteiro e aproveite para comprar passeios ou alugar um carro para os dias seguintes. Reserve mais 1 dia para cada passeio que vai fazer (Cachí, Cafayate e Santo Antonio de los Cobres, por exemplo).

Para a Quebrada de Humahuaca, reserve no mínimo mais 3 dias: um pra Purmarmarca + Salinas Grandes, um pra Serranía del Hornocal + Quebrada de las Señoritas e outro pra Tilcara + Maimará.

Ou seja, dá para conhecer Salta e Jujuy em uma viagem de uma semana.

Se for à Iruya reserve mais 2 dias (uma noite) e parta de Humahuaca pra lá.

Quanto custa viajar para Salta e Jujuy

Eu gastei cerca de USD18 por dia, alternando entre quartos compartilhados e para casal e entre restaurantes baratos e preparo de comida na cozinha do hostel. Fiz muita coisa por conta, especialmente na Quebrada de Humahuaca.

Por isso, reserve entre USD20 e USD50 por dia e por pessoa dependendo do seu estilo de viagem.

Salta e Jujuy

Onde fazer câmbio em Salta e Jujuy

Em Salta, sem dúvida. Nas ruas próximas a Praça 9 de Julho há cambistas paralelos, que são bem mais baratos. Caso não queira se arriscar, há muitas casas de câmbio e bancos por ali.

O que levar para uma viagem a Salta e Jujuy

  • Rinossoro
  • Manteiga de cacau/protetor labial
  • Protetor solar
  • Boné, chapéu e óculos escuro
  • Camisetas
  • Calça-bermuda (ou calças que sejam boas para duas temperaturas)
  • Jaqueta corta-vento
  • Tênis ou bota de trekking

Salta e Jujuy - Tudo o que você precisar saber sobre o norte e noroeste da Argentina (NOA)

Ajude a rentabilizar o blog

Usando os links abaixo, você me ajuda a rentabilizar o blog e não paga nada a mais por isso

Assine a news

Dicas, informações, roteiros e inspirações no seu email

Nome
Email
Me identifico como
  • Colecionando Destinos (3 de abril de 2018)

    Olá! Seu post está bem completo, mas ainda fiquei com algumas dúvidas.Você fez os passeios para Salinas e os outros com alguma empresa? Tem alguma para indicar? Outra coisa, de onde valeria mais a pena eu sair para fazer o passeio Salta ou Tilcara? Obrigada

    • Aline Rodrigues (6 de abril de 2018)

      Oie! Obrigada.
      Então, Salinas Grandes você pode fazer saindo de Purmamarca. Lá, pela manhã, há taxistas oferecendo corrida compartilhada até as Salinas. Mas tanto de Salta quanto de Tilcara você encontra agências oferecendo passeios até lá. Se Salta com certeza é mais caro.

  • Camila Neves (11 de abril de 2018)

    Que coisa mais linda seu blog! O post ficou muito interessante e as fotos lindas, parabéns 🙂

  • FABIANA COSTA (1 de maio de 2018)

    Olá Aline! Primeiro queria dizer que adoro o seu blog, sou muito fã… Estou viajando pela America do Sul trabalhando em troca de hospedagem. E quero muito ir para Uyuni fazer a travessia do Salar. Vou subir pela Argentina, mas tenho dúvida sobre qual o melhor roteiro. Pensei em ir para Salta e de lá fazer alguns tours. Quero muito ver o Cerro de 07 Colores, mas não quero gastar muito, estou completamente perdida!! 🙁 Quanto tempo acha que devo ficar na cidade? E qual a melhor rota para chegar a Uyuni? Pode me dar um HELP, PLEASE??? Bjus

    • Aline Rodrigues (1 de maio de 2018)

      Oi, Fabi! Obrigada pelo carinho 😍😍 Bom, sobre sua dúvida, a partir de Salta você conhece muita coisa na região, inclusive de carona, que é bem popular.
      Já o Cerro de 7 Colores você faz por conta própria. Toda a região de Jujuy é assim, de boa!
      Dali vc sobe pra La Quiaca e passa pra Bolívia.
      Na região de Salta e Jujuy é legal ter pelo menos 1 semana, mas se tiver 10 dias vai ser bem massa!

  • Fernanda Cristina (25 de setembro de 2018)

    Ei Aline! Acabei de comprar passagem para Jujuy, 9 dias, no carnaval do ano que vem, eu e o namorado. Acho que li aqui no seu blog que época de carnaval a cidade fica cheia e há festividades. Você acha que compensa alugar um carro, dividir a viagem em 2 e dar um pulo em São Pedro do Atacama? Vi que dá umas 7h de Jujuy, de Purmamarca um pouco menos. Abraço!

    • Aline Rodrigues (27 de setembro de 2018)

      Oi, Fernanda! Pelo tempo é melhor ficar só por Jujuy e Salta mesmo! Além disso, com carro alugado vocês não conseguem sair da fronteira e entrar no Chile.
      Vocês vão aproveitar demais o carnaval na região. Tilcara, Uquía e Humahuaca são incríveis nessa época! Soltame Carnaval!

  • NATHALY LECCA DE OLIVEIRA (10 de junho de 2019)

    Oie Aline !! parabéns pelo excelente blog !! Você sabe me dizer se consigo pegar ônibus de Salta para Tilcara direto ?

    • Aline Rodrigues (10 de junho de 2019)

      Oi, Nathaly. Obrigada!
      Então, quando estive lá tinha sim ônibus direto para Tilcara. Mas sempre vão parando no caminho, então dá no mesmo caso precise ir para Jujuy e de Jujuy pra Tilcara. Existem mais opções de horários.

  • Carla (14 de julho de 2019)

    Olá Aline! Amei seu blog, parabéns!!! Por favor me tira uma dúvida. Você acha que fazer base em Salta para fazer todos esses principais pontos turísticos seria uma boa opção? Pergunto isso pois as passagens para Salta estão mais baratas e vou levar minha mãe.
    Obrigada desde já

    • Aline Rodrigues (19 de julho de 2019)

      Oi, Carla. Brigada!
      Então, sugiro usar Salta pra conhecer o que está na província de Salta e Ticara pra conhecer a Quebrada de Humahuaca. Assim se gasta e se viaja menos.

1 2

Deixe uma resposta

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.