15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://umasulamericana.com 300
theme-sticky-logo-alt
theme-logo-alt
O que é nômade - diferença entre nomadismo, nomadismo digital e liberdade geográfica

O que é Nômade e diferença entre nomadismo, nomadismo digital e liberdade geográfica

canal de viagens no youtubePowered by Rock Convert

Cada vez mais pessoas tão se tornando adeptas do nomadismo, especialmente agora que a pandemia nos obrigou a mudar nosso estilo de vida. Mas, afinal, o que significa ser nômade e como se tornar um?

Pra ser nômade, diferente do que muita gente acredita, NÃO é preciso trabalhar pela internet. Sou nômade desde 2019, mas nem sempre fui nômade digital, que é só uma opção do nomadismo.

Nesse artigo vou contar tudo o que precisa saber pra se tornar um nômade e te contar a diferença entre nomadismo x nomadismo digital x liberdade geográfica

O que é ser nômade

O que é ser nômade

A pessoa que leva um estilo de vida nômade não possui lugar fixo pra viver, ou seja, pode morar em qualquer lugar do mundo. Essa pessoa se sente à vontade pra migrar sempre que se sentir pronta.

Acima de tudo, é importante dizer, que o ato de viajar não é necessariamente a motivação da pessoa nômade. Dentre as motivações podem estar:

  • Trabalhar em lugares mais lucrativos
  • Morar em cidades mais baratas
  • Se identificar com a cultura
  • Experimentar novos estilos de vida
  • E, inclusive, o ato de viajar

Por que ser nômade?

Como falei acima, existem as mais diversas motivações pra alguém optar pelo nomadismo, portanto vou te falar algumas delas.

Trabalhar em lugares mais lucrativos

Tenho um amigo que é nômade, mas não é viajante. Ele não possui moradia fixa, tendo a casa da mãe como referência, mesmo não vivendo com ela durante praticamente todo o ano.

Nos últimos anos ele tem vindo pra Ubatuba trabalhar na temporada alta, que vai de novembro a até maio, aproximadamente. Nesse período, segundo ele, é possível juntar R$20 mil.

Depois da temporada aqui, ele vai pra casa da mãe, passa duas semanas com ela e parte pra próxima cidade pra lucrar na próxima temporada. Ele tem escolhido Campos do Jordão, cidade turística de inverno.

Assim, ele tem vivido nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, escolhendo, portanto, as cidades mais lucrativas e levando uma vida nômade.

Morar numa cidade mais barata

Tenho um outro amigo estadunidense que não possui moradia fixa, mas, como ganha dinheiro à distância, acaba escolhendo destinos mais baratos pra viver.

Ele é advogado e gerencia os casos de seus clientes na Califórnia pela internet. Seus honorários não seriam suficientes pra levar um estilo de vida confortável se ele morasse nos Estados Unidos. Dessa forma, ele escolheu destinos no México e Equador pra viver, assim a grana dele renderia muito mais!

Se identificar com a cultura

Outra motivação que leva uma pessoa a se tornar nômade é a busca por culturas com as quais ela se identifica, ou seja, que a permita viver uma vida com mais conexão.

Essa pessoa encontra lugares que ofereçam o que ela precisa pra ter uma vida que faça mais sentido. Eu, por exemplo, tenho isso como uma das minhas motivações.

Morei em Montañita, no Equador, quando tava super disposta pra festas e agito. Nessa época eu era mais noturna e sentia que a cidade tinha tudo a ver comigo naquele momento.

Hoje tô vivendo em Ubatuba e aqui sou bem diurna. Acordo cedo, saio pra pedalar, fazer academia, yoga, meditação, pegar praia, ter contato com a natureza, tudo o que Ubatuba tem pra me oferecer. Quem me acompanha pelo Instagram percebe essas fases.

Enfim, a pessoa nômade se permite mudar de cidade/país/região sempre que sente que tá vivendo uma nova fase de sua vida.

Experimentar novos estilos de vida

Ao contrário de quem busca identificação, a pessoa que se move motivado pela experimentação, tá buscando justamente viver estilos de vida diferentes do dela.

Essa pessoa se muda de lugar pra se provar, pra se desconstruir e sair totalmente da zona de conforto, ou seja, tá procurando novos hábitos, gostos e maneiras de existir.

Esse é o tipo de nômade que coleciona vivencias novas em cada lugar, por exemplo, aprender a surfar enquanto em Ubatuba ou a mergulhar estando em Arraial do Cabo, por exemplo.

Viajar

Nomadismo e viagem tão muito atrelados, afinal o nômade se move e pode vivenciar tudo o que um viajante vivencia, mas não é a mesma coisa.

O ato de viajar é minha maior motivação, sem dúvidas! Isso inclui conhecer pontos turísticos, conhecer novas culturas, me conectar com outros viajantes e conhecer cidades diferentes na América Latina.

E por que, então, me intitulo como nômade e não como viajante? Justamente porque não apenas viajo, mas vivo em diferentes cidades pelo caminho.

Em alguns lugares passo apenas uns poucos dias, como em Huaraz, no Peru. Já em Cusco, também no Peru, vivi por três meses voluntariando através da Worldpackers (assim não precisava pagar por hospedagem).

Nômade: diferença entre nomadismo x nomadismo digital x liberdade geográfica

Nomadismo digital o que é

Esses três conceitos são bastante diferentes, apesar de pertencerem ao mesmo universo, por isso é comum serem confundidos, então.

Em suma, nomadismo e nomadismo digital tão mais ligados, enquanto que liberdade geográfica tá mais ligada a nomadismo digital.

Pra ficar mais fácil, vou explicar o que são esses três conceitos.

O que é Nomadismo

Nomadismo é o modo de viver nômade, que já expliquei acima, ou seja, vive em qualquer parte do mundo, se muda com frequência e passa apenas temporadas em cada local.

Essas temporadas podem levar 1 mês, 6 meses ou até anos, não importa. Assim que o nômade sentir de se mudar, ele o faz, sabendo que não terá prazo ou casa fixa pra voltar depois.

Pra se bancar enquanto nômade, a pessoa pode desenvolver uma série de trabalhos. Eu mesma já fui vendedora ambulante, babá, faxineira e garçonete, além de ser hoje nômade digital em três situações.

Um exemplo é esse meu amigo que vive de temporadas. Aqui em Ubatuba ele vende na praia com o carrinho de uma empresa de sorvete. Já em Campos do Jordão ele é host de um bar, recepcionando os clientes.

O que é Nomadismo Digital

Nômade digital é a pessoa que trabalha online enquanto vive como nômade. Essa é a única diferença, ou seja, um nômade não precisa necessariamente ser nômade digital. Como falei acima, existem várias maneiras de se sustentar.

O nomadismo digital ganhou mais notoriedade através de cursos um tanto suspeitos de gente prometendo a geração de renda sem sair de casa. Apesar de sim ser possível, não existe como alguém te prometer a trabalhar online e ganhar muito dinheiro.

Me explico, nomadismo digital é um modelo de trabalho, assim como o CLT, o empreendedorismo ou o freelancer, não existe mistério. Mas é um mundo tão amplo, que o nomadismo digital pode acontecer quando a pessoa é freelancer, CLT (registrado em carteira), PJ (que emite nota fiscal), empreendedora e até funcionária pública.

Hoje sou nômade digital, ou seja, trabalho online. Trabalho como PJ na Worldpackers, uma startup de viagem colaborativa. Sou youtuber (ou apresentadora): escrevo os scripts e gravo os vídeos publicados tanto no canal da empresa no Youtube em português e também em espanhol, quanto na própria plataforma. Esse vídeo acima foi feito pra o trabalho, inclusive!

Como trabalho online, tenho liberdade geográfica pra trabalhar de qualquer lugar do mundo, mas me idêntico como nômade justamente porque não possuo moradia fixa.

Mas eu já trabalhei online sem ser nômade. É que eu tinha moradia fixa, mas passava muito tempo viajando, ou seja, LIBERDADE GEOGRÁFICA.

O que é liberdade geográfica

Em suma, a pessoa que possui liberdade geográfica não possui compromissos físicos que a impeçam de estar onde quiser. Em outras palavras, a pessoa pode viver em qualquer lugar, mas escolheu ter um lugar fixo pra viver com possibilidades de viajar.

Com liberdade geográfica você não precisa esperar as férias ou feriado prolongado pra realizar viagens, ou seja, você pode decidir viajar à Argentina ou passar uns dias em Alter do Chão quando quiser.

Eu tive isso por dois anos, quando trabalhei como blogueira freelancer fixa em uma empresa de viagem de carro. Como eu era casada, possuía uma casa e uma vida com localidade fixa. Por outro lado, como mochileira, eu aproveitava essa liberdade geográfica pra trabalhar e viajava pela América do Sul por alguns meses, como essa viagem de 50 dias pelo Brasil, Paraguai, Argentina e Chile em 2018.

Muita gente prefere ter a liberdade geográfica ao invés de ser nômade digital porque preferem ter a estabilidade e o conforto de um lar.

Ficou claro a diferença entre os três e o que é ser nômade?

Nomade: nomadismo, nomadismo digital e liberdade geográfica

Em conclusão, nomadismo é viver em qualquer lugar do mundo; nomadismo digital é viver em qualquer lugar do mundo enquanto trabalha pela internet e liberdade geográfica é trabalhar pela internet, mas com moradia fixa.

Esse artigo tá ficando bem extenso, então vou continuar esse papo em outros textos, trazendo informações e dicas, como:

  • Quais são as dificuldades do nomadismo
  • Quais profissões/atividades podem ser desenvolvidas por um nômade digital
  • Minha trajetória como nômade digital (formação, especializações, oportunidades)
  • Como começar no nomadismo
  • O que vai na bagagem de um nômade

Enquanto isso, corre no Instagram @umasulamericana e dá uma olhada no destaque ‘NOMADISMO’, porque lá tem várias respostas sobre o assunto.

Se tiver alguma sugestão pra essa série, deixa aí nos comentários.

Salve esta imagem no Pinterest e leia o post mais tarde

Conheça a diferença entre nomadismo, nomadismo digital e liberdade geográfica
Categoria:Nomadismo
POST ANTERIOR
Como viajar sem dinheiro em 7 dicas de quem fez na prática
PRÓXIMO POST
11 maiores erros do voluntário de viagem

0 Deixe teu comentário

    Deixe uma resposta