Ruínas de Quilmes - Sitío Arqueológico no norte da Argentina

Quilmes – Ruínas arqueológicas na Ruta 40 da Argentina

Cercadas pelas montanhas do Valle Calchaquíes, as Ruínas de Quilmes era a morada e fortaleza dos índios calchaquíes e quilmes. Esse sítio arqueológico é hoje um dos mais importantes da Argentina e fica na Ruta 40, estrada que costa o país de norte a sul.

Vem ver nesse post tudo o que você precisa saber para conhecer as ruínas de Quilmes: como são, como chegar, quanto custa e tudo mais!

Conheça os Quilmes

Ruínas Quilmes, no Valle Calchaquíes, no norte da Argentina

Nas montanhas do Valle Calchaquíes, os Quilmes, ou Kilmes, construíram sua morada, onde tinham um avançado sistema de aquedutos e agricultura. Isso foi nos anos 800 d.c.

Com a chegada dos espanhóis, construíram também uma fortaleza, de onde avistavam de longe a chegada dos inimigos.

Eles resistiram muito e bravamente, mas acabaram sendo derrotados durante as Guerras Calchaquíes. Os sobreviventes fugiram para uma região que hoje é a cidade de Quilmes, perto de Buenos Aires.

Como usavam o desvio das águas dos rios, os Quilmes cultivavam alimentos durante todo o ano, inclusive na seca. Por isso, sua população era bem grande, sendo a maior do norte da Argentina.

Além da agricultura e da criação de lhamas, o Quilmes possuíam um conhecimento avançado de tecido, cerâmica e metalúrgica.

Ruínas de Quilmes

Ruínas Arqueológicas de Quilmes, em Tucumán, na Argentina

Ruínas Quilmes, no Valle Calchaquíes, na Argentina - Tucumán

Antes de começar sua visita às Ruínas de Quilmes, visite o Centro e Interpretação e o Museu. Eles servem pra que você conheça bem o povo Quilmes antes de conhecer as ruínas arqueológicas. A visita tá incluída no ingresso.

Lá você vai ver animações em 3D contando sobre como os Quilmes construíram a cidade, como eram as vestimentas, como se alimentavam, a construção social e tudo mais!

No museu estão expostos objetos encontrados nas ruínas, como vasos de cremação, utensílios domésticos, etc.

Depois disso você entra no sítio arqueológico para conhecer as ruínas de Quilmes. Existem guias na porta e você paga quanto quiser. Não existe um preço tabelado. Não é obrigatório entrar com um guia, mas é mais interessante, sempre!

Quanto custa conhecer o sítio arqueológico dos Quilmes

Ruínas arqueológicas na Argentina - Quilmes, em Tucumán

O ingresso custa ARS 70 (R$12).

Com agência o custo vai ser entre R$250 e R$400, dependendo de onde você estiver. As cidades mais próximas são Cafayate e Amaicha del Valle. Não inclui ingresso.

Por conta, com ingresso e os ônibus desde Tafí del Valle e para Cafayate, eu gastei ARS 255 (R$ 42). Peguei carona por um trecho pequeno e economizei pouca coisa.

Como chegar nas ruínas de Quilmes

Ruínas Arqueológicas de Quilmes, perto de Amaicha del Valle, Tafí del Valle e Cafayate

O acesso às ruínas de Quilmes é pela lendária Ruta 40, 5 km por uma estrada de pedra.

Você pode chegar com carro alugado em Tucumán ou Salta, que é a maneira mais usual pelos turistas argentinos e estrangeiros, já que a maioria aproveita para viajar por todo o norte da Argentina, passando províncias de Jujuy, Salta e Tucumán.

As cidades turísticas mais próximas são Tafí del Valle, Amaicha del Valle e Cafayate, onde você pode contratar tours que te levam até lá.

Eu fui por conta própria de ônibus e carona. Eu estava em Tafí del Valle e peguei um busão até a estrada na altura das Ruínas por ARS 125 (R$20). Dali eu seguiria pra Cafayate, então eu tava com minha mochila grande. Deixei na casa de um pessoal que mora na beira da estrada e segui a pé de baixo do sol que sempre faz nessa região, mesmo com frio.

Passaram três carros enquanto eu caminhava e levantei dedo pra pedir carona. O último parou depois que eu já tinha caminhado uns 3 km. Pra voltar fiz o mesmo e consegui carona com o primeiro carro depois de menos de 2 km.

Da Ruta 40 peguei carona até uma cidade vizinha e tive que pegar um busão até Cafayate, porque ninguém mais parava pra mim e tava ficando tarde. Mas caso não queira pedir carona, pode voltar para Amaicha, Tafí, Tucumán ou Cafayate em um busão que se toma na estrada mesmo. Para Cafayate, dali, custa ARS100 (R$15).

Minha viagem a Tucumán

Rolês

• Cidade de Tucumán
• Tafí del Valle
• Ruínas de Quilmes

Gastos totais

ARS 1840
R$ 306
USD 78

Rotas

Posadas em ônibus
ARS 1300
Cafayate de ônibus e carona
ARS 60

Hospedagem

A La Gurda – USD 8
Lo de Chichi – USD 6

Salve esta imagem no Pinterest e leia o post mais tarde

Ruínas de Quilmes - Sítio Arqueológico no norte da Argetina, entre Salta e Tucumán

Organize sua viagem

Planeje sua viagem com os meus parceiros e ajude a rentabilizar o blog

HOSPEDAGEM

O Booking é maior catálogo de hostels e hotéis do mundo. Escolha por menores preços ou notas de avaliações dadas por outros usuários. Cancelamento gratuito!

ALUGUEL DE CASAS

Alugue casas e apartamentos só para você durante sua viagem. Opções no mundo todo! Ganhe R$100 em créditos para usar na sua primeira reserva.

SEGURO VIAGEM

Viaje com mais tranquilidade e segurança. Saia do país com cobertura em casos de acidente ou doença, além de extravio de bagagem. Conheça a SegurosPromo e ganhe 5% de desconto no seu seguro de viagem. Cote também com a Real Seguros.

ROAD TRIP

Para fazer Road Trips ou para se locomover durante as suas viagens, alugue um carro na RentCars.com, que cota preços com diversas locadoras no mundo todo. Pague em reais, sem IOF e parcele em até 12x sem juros.

LOJA DO BLOG

Mochilas, câmeras fotográficas, itens para camping e muito mais. Acesse a loja de artigos de viagem no blog.

MUITO MAIS

Conheça outros parceiros do blog e planeje sua viagem desde a escolha dos equipamentos.

Assine a news

Dicas, informações, roteiros e inspirações no seu email

Nome
Email
Me identifico como

Deixe uma resposta

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.