O que fazer em Salta - Noroeste da Argentina

O que fazer em Salta, no noroeste da Argentina

Uma cidade grande, agitada e até caótica no noroeste da Argentina (NOA). Salta, carinhosamente chamada de ‘La Linda’, é linda mesmo e possui inúmeras atividades para o dia e para a noite.

Os salteños já possuem traços indígenas, como os vizinhos bolivianos e são amáveis e receptivos como são os argentinos de toda a parte do país, mas com mais calor humano e tradições mais marcantes.

O que fazer em Salta

A cidade se encontra a quase 1200 metros de altitude e possui construções coloniais, desde sua fundação em 1582.

Salta é a capital da província de mesmo nome. É a principal cidade do noroeste argentino e quando digo que ela é caótica, falo por causa do trânsito local, que lembra o da Índia: carros, motos, bicicletas, pessoas e cachorros competindo as travessias, além disso as motos carregam até quatro pessoas. As vias principais possuem semáforos, mas se abrir enquanto você estiver atravessando, melhor correr.

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE SALTA E JUJUY

Mesmo assim, a cidade é charmosa, com seus traços coloniais e com belezas semiáridas pertinho para serem visitadas.

O que fazer

Na cidade

Há muitas coisas interessantes para serem vistas. Em 2 dias de passeio você consegue curtir e visitar:

  • Museu de Arqueologia de Alta Montanha (MAAM)

Já ouviu falar das múmias Incas encontradas na Argentina? São três crianças conhecidas como los niños de Llullaillaco que foram parte de um ritual de sacrifício humano: el niño, la ninã del rayo e la donzela. Só o menino está exposto, mas é muito emocionante. Vou fazer um post apenas sobre o museu depois.

  • Praça 9 de Julio e Calle Caseros (centro)

O que fazer em Salta

É a região onde está o fervor comercial. A San Martín (para variar) é a avenida principal. Há as peatonales e várias ruas com casas de câmbio, bancos, lojas de todos os tipos, restaurantes e agências de tour. É aqui que está o MAAM, Centro Cultural, Cabildo, Igreja principal e praça principal, por exemplo.

  • Parque San Martin

O que fazer em Salta

É o Ibirapuera de Salta. Possui muitas árvores, bancos e até um lago com pedalinhos. Aos domingos rola uma feirinha de artesanato e é super badalada aos sábados a noite.

  • Cerro San Bernardo

O que fazer em Salta

É o ponto mais alto na cidade e pode ser visto de qualquer parte. Possui pouco mais de 1400 metros acima do nível do mar. Para chegar ao seu topo há duas formas: teleférico ou a pé. A primeira opção leva alguns minutos e custa AR$110 subida + descida. Outra forma é subir 1021 degraus, levando mais de uma hora. Isso para chegar a um lugar charmoso, com quedas d’água artificiais, monumentos e confeitaria.

  • Mercado Municipal

O que fazer em Salta

Além de produtos feitos por artesões, no mercado você vai encontrar frutas e carnes. É o melhor lugar para observar a vida e costumes dos locais.

  • À noite

O que fazer em Salta

Salta é pequena, mas tem uma vida noturna super agitada. Nos finais de semana o centro fica lotado. As lojas fecham tarde, artistas de rua se revezam com suas apresentações e as peñas ficam lotadas. As peñas vão das mais reformuladas pelos jovens salteños às tradicionais da região. Além disso, há cassino, boliche e tantas outras opções.

Passeios fora da cidade

Quem vai a Salta está mesmo buscando os passeios fora da cidade. As agências de tours que estão na Caseros e arredores oferecem inúmeras opções. As mais procuradas:

  • CachíPasseio Salta - Cachi

É um passeio lindo, com paisagens semiáridas e cactos gigantes. Fiz esse passeio, que custou AR$340 pesos. Inclusive escrevi sobre ele aqui.

Cachí é um pequeno povoado da província de Salta e o caminho até lá é incrível, o que inclui a Ruta 40.

Durante o passeio passa-se pelo Parque de Los Cardones, Cuesta del Obispo e outros tantos lugares lindos.

  • Cafayate

O que fazer em Salta
Tô para escrever sobre esse passeio ainda. Foi outro que fizemos em Salta e foi mais bonito que o anterior, na minha opinião. Isso porque, durante o passeio, passa-se por lugares sensacionais da região NOA, como o Anfiteatro e a Garganta do Diabo, duas formações rochosas impressionantes.

E por falar em formações, é no passeio para Cafayate que se vê as mais exuberantes da região. Vale super os AR$310 que pagamos.

  • San Antonio de Los cobres

Não fizemos esse porque precisamos escolher para não gastar muito em um só lugar, né? Vida triste de não ter nascido ryca, mas… Continuando!

É aqui que rola o passeio do Tren a las nubes, ou Trem das Nuvens em português. Leia mais o que o 360 meridianos postou sobre o passeio.

  • Quebrada de Humahuaca (Purmarmarca, Tilcara, Humahuaca e Salinas Grandes)

O que fazer em Salta

Esses lugares não estão na província de Salta, mas sim na de Jujuy, já no Norte. Mas é tudo bem pertinho e de Salta partem alguns passeios para essa região.

Como iria me hospedar em Tilcara, deixei para conhecer as cidades sem agência. Como tive um problemão com o Itaú e meu cartão (leia aqui), fiquei presa em Salta mais tempo que havia planejado. Para não ficar sem fazer nada, fomos à Purmamarca, onde está o Cerro de los siete colores de ônibus.

Depois faço um post a parte.

Para conhecer a Quebrada de Humahuaca você pode integrar um tour em Salta. Alguns, mais completos, incluem San Antônio de los Cobres.

Quando ir a Salta

O que fazer em Salta

Os passeios são ao ar livre e faz bastante calor na região. Escolha uma época mais amena, como a primavera. Dificilmente chove, mas se for em estações de frio, poderá sofrer a noite. As temperaturas caem bastante, normalmente, mesmo no verão.

Como irO que fazer em Salta

Você pode chegar de avião ou de ônibus. Voando, terá que trocar de aeronave em Buenos Aires e seguir por umas 2 horas. De ônibus, poderá ir de Buenos Aires (22 horas de estrada, foi o que fizemos), Córdoba, Puerto Iguazú (28 horas, também fiz depois do problema com o Itaú) e outras cidades argentinas. Também se chega a Salta a partir da Bolívia (Uyuni) e Chile (S. Pedro de Atacama).

Quanto tempo ficar

O que fazer em Salta

Se for fazer todos os passeios, incluindo a Quebrada de Humahuaca, terá que ficar mais dias, porque os passeios duram um dia todo.

Para conhecer a cidade, 2 dias e reserve um dia para cada passeio. Se é do tipo que se cansa, intercale os dias na cidade com outros de passeio.

  • Rebeca (3 de outubro de 2015)

    Oi, Aline.
    Tu te lembra dos preços das passagens de Bs As e de Puerto Iguazú?
    Quero muito fazer essa trip! Obrigada, beijos!

    • Aline Rodrigues (4 de outubro de 2015)

      Oi! Lembro sim. De Puerto Iguazú pra Salta são 28 horas de viagem e custa AR$1500 mais ou menos. De BsAs são AR$1228 e 22 hrs em um único ônibus. De Salta pra Puerto são 25 hrs e custa também AR$1228.

      • Caue (7 de janeiro de 2016)

        Oi aline, com que cia que vc fez este trajeto? Salta para puerto iguazu.
        Já liguei em várias. Chevalier, omnibus, flechabus, andesmar, mas tá difícil rsrs

        • Aline Rodrigues (11 de janeiro de 2016)

          Oi, Caue!
          Foi com a Tigre Iguazu (ou só Tigre). Foram três ônibus, mas apenas uma passagem comprada. Comprei diretamente no terminal de Salta.

  • Ediane Hirle (4 de setembro de 2016)

    Querida…valeu as dicas. Estou a procura do relato onde vc fala quanto custou a passagem de SALTA até SAN PEDRO DE ATACAMA

  • Edimara (22 de abril de 2017)

    Oi Aline, tudo bem? É tão difícil encontrar posts sobre esse lugar né? Me diz uma coisa, uma amiga minha furou (íamos de Puerto Iguazu) e eu tô deslocada. Achas que vale a pena ir sozinha?

    • Aline Rodrigues (22 de abril de 2017)

      Oi! Edimara, com certeza vale a pena. A viagem de busão é longa e pode ser solitária, mas lá é bem tranquilo

LEAVE YOUR COMMENT

Your email address will not be published.

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.