Salta e Jujuy – Tudo o que você precisa saber sobre o Norte e Noroeste da Argentina

Quando o assunto é viajar para Argentina, todo mundo pensa em: Patagônia, Buenos Aires e Mendonza. Mas o mapa da Argentina é extenso e sua diversidade é do tamanho do seu território.

Enquanto no Sul as belezas são geladas e úmidas, no NOA (como é chamada a região norte e noroeste do país), a altitude, os montes coloridos e o clima semiárido apresentam outra face argentina.

Veja neste post tudo o que você precisar saber para planejar sua viagem a Salta e Jujuy: onde se hospedar, como chegar, o que levar, quando ir…

O que fazer em Salta

♥ Entendendo a região NOA

O norte e noroeste da Argentina parece um pouco complicado mesmo de entender.

Para começar, província é como se chamam os estados na Argentina. As principais províncias do NOA são Salta e Jujuy. Salta está à noroeste e Jujuy a norte. As capitais de cada província possuem o mesmo nome (como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo).

Cada província possui cidades que são atração turística, mas é tudo muito perto e dá para fazer as duas províncias em uma única viagem, se hospedando em Salta e Jujuy ou apenas em uma.

♥ Atrações turísticas

Na província de Salta, as maiores atrações são: Cachí, Cafayate, San Antonio de Los Cobres e o Tren a Las Nubes.

Na de Jujuy é a Quebrada de Humahuaca, que abrange as cidades de: Tilcara, Purmamarca, Humahuaca e Salinas Grandes.

Muito próxima do Atacama, que é o deserto mais árido do mundo, a região NOA recebe sua influência e é seca e alta. Por isso sua fauna e flora oferecem cactos gigantes, cameloides andinos (lhama, vicunha), condores, etc.

Passeios em Salta – Cafayate e Quebrada de las Conchas

As formações rochosas são atração principal. Na Quebrada de Las Conchas, a caminho de Cafayate, há uma formação que criou uma espécie de anfiteatro, onde o som emitido ali cria uma linda acústica. Há também a formação que recebeu o nome de Garganta do Diabo pra variar.

Há um museu com exposição de múmias incas praticamente intactas, que foram encontradas congeladas em uma montanha. Veja mais aqui.

A noite, vá às peñas que rolam na região.

Passeio Salta - Cachi

Há um parque com centenas de cardones (cactos) enormes a caminho de Cachí, uma capela construída a quase 3500 m de altitude e cidadezinhas inóspitas. Formações rochosas impressionantes a caminho de Cafayate e montanhas de tudo quanto é cor.

Há mais ao norte um deserto de sal, montanhas multicoloridas e um sítio arqueológico.

♥ Como conhecer a região

Para explorar a região você pode contratar os tours guiados que saem das cidades de Salta, Jujuy e Tilcara ou alugar um carro.

RentCars - Aluguel de carro com até 60% off

Os tours duram um dia todo e custam cerca de R$100 cada um. Saem das cidades e vão parando nos pontos de interesse. Eles são todos iguais e sem muita liberdade de parar para ver e fotografar a qualquer hora.

Já de carro você terá essa liberdade, mas vale mais a pena financeiramente se você estiver em um grupo acima de 3 ou 4 pessoas. Melhor ainda se mais de uma pessoa para dirigir. É que as estradas não são fáceis. Possuem muitas curvas, subidas, caminhos estreitos e ainda tem o problema com a altitude, que pode causar sintomas de soroche.

♥ Onde se hospedar

Para conhecer as atrações de Salta, a melhor opção de hospedagem é a capital (Salta). A cidade é grande e possui ótima infraestrutura.

O que fazer em Salta

Já na província de Jujuy, paraconhecer a Quebrada de Humahuaca, a melhor opção é se hospedar em Tilcara, porque a cidade de Jujuy não tem muito a oferecer. Tilcara, porém, não tem a mesma infraestrutura de Salta.

Caso prefira, pode se hospedar apenas em Salta e sair de lá para conhecer as atrações da Quebrada de Humahuaca.

⇒ Em Salta

Se hospede no centro, nas ruas próximas a Praça 9 de Julho, a principal da cidade.

Fiquei no Backpacker’s Salta Suites, na Avenida Urquiza, e no Backpacker’s Salta Home.

Aqui você encontra opções em quartos compartilhados à partir de R$23 a diária (20 minutos andando até praça) e à partir de R$31 a diária (5 minutos da praça).

Para casais há opções de suítes à partir de R$82 a diária (23 minutos caminhando até a praça), a partir de de R$66 a diária (13 minutos da praça) e R$114 a diária (a 4 minutos da praça).

O que fazer em Salta

⇒ Em Tilcara

Pucará de Tilcara, um sítio arqueológico pouco conhecido no norte argentino

Pucará de Tilcara

Para Tilcara há saídas de ônibus para Purmamarca, de onde se chega às Salinas Grandes e onde está o famoso Cerro de Los Siete Colores, além de ônibus para Humahuaca, aonde está o Cerro de 14 colores. Ou de Tilcara, entre em um tour.

Veja mais sobre Tilcara

Para chegar em Tilcara há ônibus saindo de Salta (AR$122, 3h de viagem) e de Jujuy (não sei o valor, e dá mais ou menos 2 horas de viagem).

Aqui você encontra opções hospedagem em Tilcara. Quartos compartilhados à partir de R$24 a diária e suítes para casais à partir de R$93 a diária.

Como pagar barato em hospedagem
Reserve sua hospedagem em Salta e Tilcara pelo Booking. Você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog

♥ Como chegar

Há aeroportos em Salta e Jujuy (capitais), mas não há voos diretos do Brasil. Comprando o voo para/de lá, sempre terá uma escala em Buenos Aires.

De Buenos Aires há voos, que duram pouco mais de 2 horas e ônibus, que levam 22 horas de viagem.

Purmamarca, como chegar por conta

Ganhe 5% de desconto usando o código promocional SULAMERICANA5

De ou para as Cataratas do Iguaçu, há ônibus que vão a/desde Puerto Iguazú em 25 horas via Tucumán por AR$1228 sentido Puerto Iguazú e AR$1500 sentido Salta (veja aqui).

De San Pedro do Atacama há ônibus que levam de 7 horas de viagem desde/a *Purmamarca (veja aqui) e 10 horas desde/a Salta. Custa cerca de AR$810 (veja aqui).

De ou para Uyuni, a viagem dura umas 17 horas, via La Quiaca com ônibus e trem (veja aqui.

Você ainda pode chegar à Salta a partir de Córdoba, 12 horas de viagem (entre R$90 e R$300 veja aqui).

* Se for pegar o ônibus em Purmamarca, você deve ficar em frente a um hotel na estrada e não no terminal. A passagem se paga ao próprio motorista, se tiver lugar. O ônibus passa entre 9h e 12h.

♥ Quando ir

Purmamarca, como chegar por conta

Na região note e noroeste o clima é bem seco, por isso quase não chove.

Qualquer época do ano é recomendável para curtir as montanhas do norte e noroeste argentino.

Indo de Março a Maio e de Setembro a Novembro você evita as altas temperaturas no verão e baixas do inverno.

Por ser uma região seca, o céu costuma estar sempre aberto, com poucas nuvens e o sol estalando!

Estive na região em setembro e peguei dias lindos e agradáveis. Durante a manhã fazia um pouco de frio, a tarde esquentava muito, muito mesmo, e à noite a temperatura voltava a cair. No fim de tarde ventava muito.

CLIMA DE SALTA E JUJUY MÊS A MÊS

JAN FEV MAR ABR MAI JUN
Máximas 27°C 26°C 24°C 22°C 21°C 19°C
Mínimas 16°C 16°C 14°C 11°C 7°C 3°C
Médias 21°C 20°C 19 16°C 13°C 10°C
Precipitação 183 mm 163 mm 119 mm 36 mm 8 mm 3 mm
JUL AGO SET OUT NOV DEZ
Máximas 20°C 22°C 23°C 26°C 27°C 28°C
Mínimas 4°C 7°C 11°C 14°C 15°C 15°C
Médias 10°C 12°C 15°C 19°C 21°C 21°C
Precipitação 3 mm 5 mm 8 mm 25 mm 66 mm 137 mm

Passeio Salta - Cachi♥ Quantos dias ficar

Claro que isso depende muito do quanto você dispõe e do que e como gosta de viajar.

Para Salta reserve pelo menos um dia inteiro e aproveite para comprar passeios ou alugar um carro para os dias seguintes. Reserve mais 1 dia para cada passeio que vai fazer (Cachí, Cafayate e Santo Antonio de los Cobres, por exemplo).

Para a Quebrada de Humahuaca, reserve mais 2 ou 3 dias (para Purmarmarca+Salinas Grandes+Humahuaca e outro para Tilcara).

Ou seja, dá para conhecer Salta e Jujuy em uma viagem de uma semana.

Submarino outletday - Compare preços de passagens aéreas

♥ Quanto custa

Eu gastei cerca de USD18 por dia e por pessoa, alternando entre quartos compartilhados e para casal e entre restaurantes baratos e preparo de comida na cozinha do hostel. Não fiz passeios todos os dias em que estive lá e fiz muita coisa por conta, especialmente na Quebrada de Humahuaca.

Por isso, reserve entre USD30 e USD50 por dia e por pessoa dependendo do seu estilo de viagem.

Passeio Salta - Cachi

♥ Onde fazer câmbio

Em Salta, sem dúvida. Nas ruas próximas a Praça 9 de Julho há cambistas paralelos, que são bem mais baratos. Caso não queira se arriscar, há muitas casas de câmbio e bancos por ali.

♥ O que levar

  • Rinossoro
  • Manteiga de cacau/protetor labial
  • Protetor solar
  • Boné, chapéu e óculos escuro
  • Camisetas
  • Calça-bermuda (ou calças que sejam boas para duas temperaturas)
  • Jaqueta corta-vento
  • Tênis ou bota de trekking
Viaje com descontos e vantagens

Compre e reserve pelos links do blog


Compartilhe esta imagem no Pinterest e leia o artigo depois. Siga minhas pastas de viagem e se inspire!

Salta e Jujuy - Tudo o que você precisar saber

Anúncios

6 comentários sobre “Salta e Jujuy – Tudo o que você precisa saber sobre o Norte e Noroeste da Argentina

  1. Pingback: O museu de Salta que expõe múmias de crianças incas de 500 anos | Uma Sul Americana

  2. Pingback: Passeios em Salta – Cafayate e Quebrada de las Conchas | Uma Sul Americana

  3. Pingback: Pucará de Tilcara, um sítio arqueológico pouco conhecido no norte argentino | Uma Sul Americana

  4. Pingback: Jujuy e Salta – Porque visitar a região norte e noroeste da Argentina | Uma Sul Americana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s