15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://umasulamericana.com 300 1
theme-sticky-logo-alt
theme-logo-alt
Leticia, localizada na tríplice fronteira entre Colômbia, Brasil e Peru, é uma porta de entrada pra Amazônia colombiana. Assim, visitantes podem conhecer a selva em passeios de barco

Lugares pra conhecer na Colômbia – Diversidade natural e cultural

Conta Global Nomad - USD 20 cashback código promocional Nomad UMASULAMERICANA20

Viajar pela Colômbia significa conhecer um país de infinitas possibilidades, biodiversidade e multiculturalidade!

Colômbia, um país sulamericano, banhado pelo Mar do Caribe e pelo Oceano Pacífico, ostenta uma rica diversidade de paisagens, culturas e climas. Seus Andes majestosos se erguem entre as planícies costeiras e a vastidão da Amazônia, criando um mosaico de cenários que encantam visitantes que se animam a conhecer o país pra além do óbvio.

Seja você é amante de praias paradisíacas, cidades vibrantes, povoados pitorescos, aventura em meio à natureza e cultura ancestral, precisa conhecer a Colômbia.

O quarto maior país da América do Sul e o 25º maior do mundo, com uma área de 1.141.748 km² por onde se espalham toda a biodiversidade que você poderá conhecer em uma ou mais viagens.

O país é então dividido então em cinco regiões naturais, mas o setor de turismo da Colômbia divide em 6 regiões pra conhecer:

  • Grande Caribe
  • Pacífico
  • Andes Ocidentais
  • Andes Orientais
  • Maciço
  • Amazônia-Orinoquía

Neste artigo no UMASULAMERICANA, vou compartilhar tudo sobre o Mapa Turístico da Colômbia, mostrando as experiências que você poderá vivenciar no país durante tuas viagens. Sim, porque apenas uma visita não dá conta de conhecer a Colômbia com imersão e profundidade!

Gran Caribe, um destino com mil faces

Passeio de volta à ilha de San Andrés Colômbia

“Grande Caribe Colombiano: muito mais que o Caribe”, essa é a máxima da região, que é a mais visitada do país. Nela você encontrará desde desertos de dunas até densas florestas tropicais, recifes de coral intocados, construções coloniais e muita cultura tradicional.

A Região do Grande Caribe é composta pelos departamentos de La Guajira, Magdalena, Cesar, Atlántico, Bolívar, Sucre, Córdoba, Antioquia (Urabá), Chocó (costa do Caribe) e San Andrés, Providencia e Santa Catalina.

O que fazer no Caribe colombiano

Cultura palenquera de Cartagena, no Caribe Colombiano

Um paraíso tropical com praias de areias brancas e águas cristalinas e quentinhas, como em Taganga, Baru e no Arquipélago de San Bernardo, por exemplo. Mas as praias são apenas o começo!

Numa viagem pelo Caribe colombiano, podemos conhecer cidades históricas como Cartagena e Santa Marta. Colonialismos e resistências de etnias indígenas e afrocolombianas contam o passado e o presente da História da Colômbia.

Nesta área é possível percorrer parques nacionais exuberantes, como o Tayrona, não apenas pra visitar belas praias, mas também pra honrar a cultura do povo tayrona!

Na Serra Nevada há muito o que conhecer, como Minca. Mas o maior atrativo é certamente um misterioso complexo arqueológico que está escondido nas profundezas da selva da Colômbia. É preciso caminhar entre 4 a 6 dias pra ver a Cidade Perdida com os próprios olhos e a cultura kogui com o coração.

Documentário do @vozesdaamerica que meu amigo Leandro fez na Serra Nevada com koguis no idioma original

Nesta região caribenha está a cultura palenquera, descendentes de escravizados africanos que se refugiaram nos territórios do Litoral Norte da Colômbia desde o século 15, em busca de liberdade. O Palenque de San Basilio, por exemplo, é reconhecido como o primeiro assentamento africano livre nas Américas!

Outra experiência única é mergulhar nas águas cristalinas repletas de vida marinha em San Andrés, um arquipélago no Caribe da América Central que foi submetido a um processo chamado de colombianização. Neste paraíso afrocaribenho, você poderá curtir as melhores praias “colombianas”.

Enfim, além de praias e História, no Grande Caribe você vai vivenciar a cultura musical vibrante com o vallenato, a champeta e a cumbia.

Quando viajar pelo Caribe colombiano

Isla Baru, Cartagena - Pra conhecer em uma viagem pela Colômbia

A melhor época pra visitar o Caribe colombiano é durante a estação seca, que rola entre dezembro e abril. Durante esse período, o clima é quente e ensolarado, com baixos índices de chuva. As temperaturas médias variam entre 28°C e 32°C. Por outro lado, a estação chuvosa se estende de maio a novembro, caracterizada por chuvas frequentes e alta umidade.

Pacífico Colombiano: sabor de selva e mar

No coração do Pacífico colombiano, há um mundo intocado, composto pelos departamentos de Chocó (exceto costa do Caribe), Valle del Cauca (exceto Norte do Valle da Zona Cafetera), Cauca (costa do Pacífico) e Nariño (costa do Pacífico).

A região turística do Pacífico colombiano, onde a natureza reina soberana e a vida se desenrola em ritmo tranquilo, é conhecida como “Sabor a Selva y Mar”. Isso porque possui selvas tropicais intocadas, praias selvagens de areia escura, e estreitas vias fluviais que se estendem até o oceano.

Quais lugares conhecer no Pacífico da Colômbia

O que conhecer na região do Pacífico Colombiano, como Cali

O Pacífico Colombiano é um dos lugares com maior riqueza natural da América do Sul, além de oferecer uma cultura de renome mundial, com destaque para Cali e sua salsa, gastronomia, feiras e festivais.

A cultura da região é igualmente fascinante, com uma mistura única de influências indígenas, africanas e espanholas. A música e dança, como o currulao e a marimba, são parte integrante da vida cotidiana.

As cidades costeiras dessa região da Colômbia, como Buenaventura e Tumaco, oferecem uma amostra do estilo de vida urbano do Pacífico, enquanto as comunidades tradicionais ao longo da costa preservam suas tradições ancestrais, que você vai amar conhecer.

Durante uma viagem por esta região, você tem a oportunidade de participar de atividades únicas, como observação de baleias (na temporada), passeios de barco pelos manguezais, trilhas pela selva e encontros culturais com comunidades locais.

Uma grande surpresa na região é o Parque Nacional Natural Bahía Málaga, considerado um dos parques naturais mais bonitos da Colômbia.

Nuquí é um destino remoto e isolado, onde o mar e a selva úmida se entrelaçam pra formar uma paisagem única e inesquecível, com destaque pra rica fauna.

Outros lugares pra se conhecer numa viagem pelo Pacífico da Colômbia são Bahia Solano e Isla Gorgona, surpreendentemente intocados, que oferecem uma experiência autêntica em meio à natureza!

Melhor época pra viajar pela região do Pacifico

Chocó, no Pacífico colombiano
Chocó

O Pacífico Colombiano é acessível durante todo o ano, mas a melhor época pra visitar é durante a estação seca, ou seja, de dezembro a abril. Durante esse período, o clima é quente e úmido, com temperaturas médias entre 28°C e 32°C. Por outro lado, a estação chuvosa se estende de maio a novembro, trazendo chuvas frequentes, especialmente nas áreas costeiras.

Andes Ocidentais – cultura camponesa e cafeeira

Guatape, um dos principais destinos dos Andes da Colômbia
Guatape, Antioquia

A Colômbia promove a região com o slogan “Andes Ocidentais Colombianos: montanhas de café e flores”, isso porque inclui a região do Eje Cafetero (Eixo Cafeeiro). Essa área inclui os departamentos de Antioquia (exceto Urabá), Caldas, Risaralda, Quindío e Valle del Cauca (Norte do Valle da Zona Cafetera).

Onde montanhas verdejantes e vales férteis se entrelaçam, a cultura camponesa, o café e as flores são protagonistas, mas também encanta com cidades coloridas de arquitetura colonial.

Os Andes Ocidentais são o coração da região cafeeira colombiana, com fazendas de café espalhadas ao longo de sua região. As flores também desempenham um papel importante na economia e na identidade local. Mas a cultura paisa se destaca, refletida na hospitalidade de seu povo, nas tradições culinárias e nas festividades locais.

Lugares pra conhecer nos Andes Ocidentais da Colômbia

Jardin destinos para conhecer perto de Medellin na Colômbia
Cueva del Esplendor em Jardin

Cidades como Manizales, Pereira e Salento são destinos populares pra amantes da natureza e entusiastas de café, oferecendo uma mistura única de história, arquitetura colonial e experiências ao ar livre, como a caminhada pelo Vale de Cocora, reconhecido por suas altas palmeiras de cera, que medem mais de 60 metros (as mais altas do mundo) e declaradas como a Árvore Nacional da Colômbia.

Na região do Eje Cafetero você poderá visitar fincas de café e assim aprender mais sobre a produção da bebida na Colômbia, que é o segundo maior país exportador de café, atrás apenas do Brasil.

O charme das construções coloridas, as flores e paisagens montanhosas nos levam a sentir a vida saída de um conto de fadas!

Mas não apenas de vida camponesa é feita a região dos Andes Ocidentales! A moderna cidade de Medellín é um dos centros urbanos mais dinâmicos da América do Sul. Além disso, a cidade venceu sua má fama e se transformou num exemplo de inclusão de comunidades vulnerabilizadas, como se vê na Comuna 13 e no Metrocable de Medellín, um sistema de metrô por teléfericos, parecido com o MiTeleférico da Bolívia.

Outros lugares que você pode conhecer nesta região está Jardin, Jericó, Guatapé, Finlandia e Salamina, por exemplo!

Qual a melhor época pra viajar pelos Andes Ocidentais

Vale de Cocora, no Eje Cafetero na Colômbia
Vale de Cocora, perto de Salento

Se pode conhecer os Andes Ocidentais ao longo de todo o ano, mas o período ideal é durante a estação seca, que ocorre de dezembro a abril. Durante essa época, o clima é ameno e agradável, com temperaturas médias variando entre 24°C e 28°C. A estação chuvosa ocorre de maio a novembro, trazendo então chuvas frequentes, principalmente nas áreas montanhosas.

Andes Orientais Colombianos: páramos e vales lendários

Os Andes Orientais da Colômbia oferecem uma experiência turística igualmente fascinante, com uma mistura encantadora de paisagens montanhosas, cultura local vibrante e cidades históricas. Embora não tão conhecidos quanto os Andes Ocidentais da região do café, os Andes Orientais possuem uma beleza e diversidade própria que vale a pena conhecer.

Cupom desconto worldpackers - UMASULAMERICANA código promocional

Esta região abrange os departamentos de Santander, Boyacá, Cundinamarca, Bogotá e Tolima, as principais referências turísticas nesta região são história, cultura, natureza e turismo urbano.

É conhecida também como Andes históricos, porque foi onde começou a luta pela independência das Américas. Assim, é uma área onde culturas indígenas ancestrais se cruzaram com a cultura europeia e crioula, gerando um poderoso imaginário e lendas.

O que fazer nos Andes Orientais colombianos

Barichara - Dos lugares para conhecer nos Andes orientais da Colômbia
Barichara

Uma região que combina a vida andina tradicional com a modernidade da grande capital, Bogotá. É a terra das montanhas, dos páramos, onde a centralidade revela a majestade das cordilheiras, dos planaltos ou do vale do Magdalena.

Os Andes Orientais são um paraíso pra amantes do ecoturismo e da aventura. Com picos majestosos, vales profundos e florestas exuberantes, esta região oferece oportunidades pra caminhadas, escaladas e observação da vida selvagem. Destinos como o Parque Nacional Natural El Cocuy são conhecidos por suas paisagens de tirar o fôlego e trilhas desafiadoras.

As comunidades indígenas das regiões montanhosas dos Andes Orientais preservam tradições antigas e oferecem uma perspectiva única da cultura colombiana. É possível visitar vilarejos indígenas, aprender sobre artesanato local e participar de rituais tradicionais.

Além disso, numa viagem por esta região da Colômbia, você vai conhecer povoados coloniais e cidades históricas cheias de cores. San Gil, Barichara e Villa de Leyva, por exemplo, nas encostas dos Andes Orientais são verdadeiros tesouros. Essas cidades encantadoras apresentam arquitetura colonial bem preservada, praças pitorescas e uma atmosfera tranquila e autêntica.

Na região dos Andes Orientais Colombianos, você pode desfrutar de uma variedade de atividades ao ar livre, como rafting em rios selvagens, ciclismo de montanha, parapente e espeleologia, como em Socorro, por exemplo . O cenário natural é perfeito para aventuras emocionantes e paisagens impressionantes.

Lar de uma grande diversidade de flora e fauna devido à sua variedade de ecossistemas. É possível avistar uma infinidade de aves, mamíferos e plantas únicas durante suas explorações.

Por fim, a gastronomia Regional, com pratos tradicionais à base de milho, carne e produtos agrícolas frescos são uma atração a parte!

A melhor época pra conhecer os Andes Orientais da Colômbia

Guia de bairros pra se hospedar em Bogotá

Os Andes Orientais podem ser visitados durante todo o ano, mas a melhor época é durante a estação seca, que vai de dezembro a março. O clima é ameno durante esse período, com temperaturas médias entre 16°C e 22°C. A estação chuvosa vai de abril a novembro, com chuvas frequentes, especialmente nas montanhas.

Maciço Colombiano: origens ancestrais

San Agustín Huila - Parque Arqueológico na Cololmbia
Sitio Arqueológico de San Agustín

O Maciço Colombiano, situado no sudoeste da Colômbia, é uma região montanhosa extraordinária que oferece uma variedade de experiências únicas de turismo.

Inclui então os departamentos de Huila, Cauca (exceto costa do Pacífico), Nariño (exceto costa do Pacífico) e Putumayo (exceto zona Amazônica). Nesta região, a presença da cultura ancestral indígena milenar é forte. Parques arqueológicos e tradições nos levam pra um mundo imperecível.

O que conhecer no Maciço colombiano

Carnaval Indígena do Perdão no Vale do Sibundoy - Putumayo
Valle del Sibundoy

A cidade de San Agustín é famosa por seu Parque Arqueológico, onde esculturas pré-colombianas impressionantes podem ser admiradas, testemunhando a antiga e misteriosa civilização que habitava a região. Além disso, Huila é conhecida por suas paisagens de montanhas verdejantes e suas cachoeiras.

Já no departamento de Cauca, o Parque Nacional Natural Puracé é um destino ideal pra amantes da natureza. Aqui, é possível fazer caminhadas em meio a paisagens deslumbrantes, incluindo lagos glaciais e paramos, além de avistar uma grande diversidade de aves e outros animais selvagens.

Na região do Maciço, as comunidades indígenas Guambiano e Páez (Nasa) preservam suas tradições ancestrais e recebem os visitantes de braços abertos, oferecendo assim a oportunidade de aprender sobre sua cultura, artesanato e modo de vida.

Em Inzá está o Parque Arqueológico de Tierradentro, onde uma civilização misteriosa construiu sarcofagos subterrâneos e esculturas gigantes em pedra!

O Vale de Sibundoy é um lugar místico habitado pelo povo indígena inga e kamentsa. Aqui, é possível participar de cerimônias e eventos tradicionais.

Além disso, as cidades de Popayán e Pasto, oferecem uma dose de história colonial, com arquitetura bem preservada e festivais culturais vibrantes ao longo do ano.

Enfim, pra os entusiastas do ecoturismo e aventura, o Maciço Colombiano proporciona trilhas desafiadoras, como aquelas que levam ao vulcão Puracé, e emocionantes atividades como rafting nos rios da região.

Em resumo, o Maciço Colombiano é um destino imperdível pra quem busca uma experiência de viagem autêntica na Colômbia, combinando história, cultura indígena, paisagens deslumbrantes e aventuras ao ar livre em um cenário de beleza natural incomparável.

Quando conhecer o Maciço da Colômbia

Tumbas subterrâneas na Colômbia - Conheça Tierradentro
Tierradentro

O Maciço Colombiano pode ser visitado durante todo o ano, mas a melhor época é durante a estação seca, que vai de dezembro a março. O clima é ameno durante esse período, com temperaturas médias entre 12°C e 20°C. A estação chuvosa, por outro lado, vai de abril a novembro, com chuvas frequentes, especialmente nas regiões montanhosas.

Amazônia-Orinoquía Colombiana: selvas e planícies sagradas

Caños Cristales, uma das grandes surpresas para conhecer viajando pela Colômbia
Caños Cristales – Parque Nacional Natural Sierra de La Macarena

Finalmente, a região Amazônia-Orinoquía, que abrange Arauca, Vichada, Casanare, Meta, Guainía, Vaupés, Guaviare, Caquetá e Putumayo (exceto zona Andina) e Amazonas.

Esta é a grande região natural do país, onde rios cortam selvas e planícies, e as comunidades vivem em perfeita harmonia com a natureza. Essa região da Colômbia abriga tesouros naturais preservados e grandes mitos, sendo uma área a ser conhecida, observada e continuamente protegida.

Esta região da Colômbia é um vasto território que abrange uma parte significativa do sul e leste do país, caracterizado por sua biodiversidade única e pela influência dos rios Amazonas e Orinoco, que certamente você vai se encantar em conhecer.

Lar de comunidades indígenas, na região amazônica da Colômbia você vai conhecer culturas e tradições ancestrais preservadas. Estes povos têm uma relação profunda e sustentável com a floresta tropical, utilizando seus recursos de forma tradicional e mantendo um conhecimento valioso sobre a biodiversidade local.

No lado da Orinoquia, a paisagem é marcada por vastas planícies de savana, conhecidas como Llanos, onde o rio Orinoco e seus afluentes serpenteiam através da vegetação. Esta é uma região importante pra pecuária e a produção agrícola, bem como pra vida selvagem única que habita essas terras de inundação sazonal.

Lugares pra conhecer na região amazônica-orinoquia da Colômbia

A amazônia colombiana

Um cenário de tirar o fôlego te aguarda no Parque Nacional Natural Sierra de La Macarena, onde as águas de Caños Cristales exibem cores vibrantes. Acessado a partir da cidade de La Macarena, onde também se pode contemplar arte rupestre feita há centenas de anos pelos indígenas Guayaberos e Tiniguas.

Em Raudal Angostura, se pode conhecer outros fascinantes exemplos de arte pré-histórica na Colômbia.

Leticia, localizada na tríplice fronteira entre Colômbia, Brasil e Peru, é uma porta de entrada pra Amazônia colombiana. Assim, visitantes podem conhecer a selva em passeios de barco pra avistar botos cor-de-rosa, macacos e aves. A cidade também abriga um excelente museu etnográfico, ideal pra conhecer as culturas locais antes de adentrar a selva em direção a destinos como o Parque Nacional Amacayacu.

Puerto Nariño é um pequeno povoado sem carro na região da Amazônia colombiana. Colorida e acolhedora, é um lugar ideal pra conhecer a vida em uma comunidade moderna na selva da Colômbia. E ainda serve como ponto de partida pra o Lago Tarapoto.

Uma viagem pelo deslumbrante Cânion do Rio Güejar ainda tira o fôlego. Flutuar nas águas verdes brilhantes em uma jangada, passando por enormes paredões, é como se fosse uma viagem para um mundo místico perdido.

Em Puerto Limón, se pode desfrutar de passeios de um dia pelos rios Mocoa e Caquetá, com caminhadas e boia cross. Os serviços de restaurante são fornecidos pela comunidade afro, enquanto os passeios são realizados por pessoas da comunidade indígena.

Melhor época pra conhecer a Amazônia-Orinoquía da Colômbia

A Amazônia-Orinoquia pode ser visitada durante todo o ano, mas a melhor época é durante a estação seca, que vai de dezembro a março. O clima é quente e úmido durante esse período, com temperaturas médias entre 24°C e 28°C. A estação chuvosa vai de abril a novembro, com chuvas frequentes, especialmente nas regiões de floresta tropical.

Concluindo, a Colômbia se revela como um caleidoscópio de paisagens, culturas e experiências únicas, capaz de encantar e surpreender quem se dispõe a conhecer o país com o olhar observador.

Desde as areias brancas do Caribe até as profundezas da Amazônia, passando pelas majestosas cordilheiras dos Andes e a vibrante energia das cidades, a Colômbia oferece um roteiro inesquecível para todos os gostos.

Planeje sua viagem com antecedência, definindo as regiões que deseja visitar e a época ideal pra cada uma. Eu faço consultorias e vou adorar te ajudar a criar um roteiro e um bom planejamento pra conhecer a Colômbia.

A Colômbia te espera de braços abertos pra uma experiência autêntica e inesquecível. Esteja preparada pra se apaixonar por este país mágico!

Infográfico mostra as regiões turísticas da Colômbia
canal de viagens no youtube
POST ANTERIOR
Reconhecendo Abya Yala: chamamento ancestral pra uma América descolonial