Cafayate, noroeste argentino

Salta e Jujuy – Tudo sobre o Norte e Noroeste da Argentina

Salta e Jujuy quase nunca estão nos roteiros de viagem pela América do Sul, porque quando o assunto é viajar para Argentina, todo mundo pensa em: Patagônia, Buenos Aires e Mendonça.

Acontece que o mapa da Argentina é extenso e sua diversidade é do tamanho do seu território.

Enquanto no Sul as belezas são geladas e úmidas, no NOA (como é chamada a região norte e noroeste do país), a altitude, os montes coloridos e o clima semiárido apresentam outra face argentina.

Múmias-crianças-incas-Salta

O museu de Salta que expõe múmias de crianças incas de 500 anos

Uma das coisas mais legais que vi durante minha viagem pela América do Sul foi o corpo intacto de uma das múmias de crianças incas encontradas nos Andes.

Se você está de viagem marcada para a região NOA (norte e noroeste argentino), não deixe de conhecer o MAAM, Museu de Arqueologia de Alta Montanha e a história das múmias.

maiden-mummy
Fotos retiradas de http://hypescience.com/
Passeios em Salta – Cafayate e Quebrada de las Conchas no Noroeste da Argentina (NOA)

Passeios em Salta – Cafayate e Quebrada de las Conchas

Um dos passeios mais buscados em Salta é o de Cafayate. O caminho que leva até a cidade passa pela Quebrada de las Conchas (ou Quebrada de Cafayate). São muitas formações e paredões incríveis. Com cores impressionantes, o passeio reserva paisagens inesquecíveis.

Fiz esse passeio em setembro, bem no início do mochilão pela América do Sul, o Pé no Mapa. Leia neste post as informações e dicas sobre esse lugar.

Pucará de Tilcara, um sítio arqueológico pouco conhecido no norte argentino

Sempre que posso declaro meu imenso amor e respeito à região NOA (Norte e Nordeste Argentino), onde as formações rochosas, as montanhas e as cores são atração principal, mas por ali também há história e cultura.

Um sítio arqueológico que poucas pessoas conhecem, mas de fácil acesso, barato e muito bonito.

Passeios em Salta – Cafayate e Quebrada de las Conchas no Noroeste da Argentina (NOA)

Jujuy e Salta – Porque visitar a região norte e noroeste da Argentina

Não se foram as manhãs ensoladas, o silêncio da tarde durante a siesta ou os ventos gelados do fim da tarde. Só sei que me apaixonei perdidamente pelo NOA, região norte e noroeste da Argentina.

O clima árido, o sol escaldante, as paisagens extremamente lindas e a proximidade com regiões de interesse turístico são só alguns dos motivos que fazem o NOA ser uma das minhas regiões preferidas.

Se você tá buscando um destino para as suas próximas férias, leia esse artigo e veja o porquê escolher o norte e noroeste argentino.

Pucara, Tilcara
Sítio arqueológico Pucara, em Tilcara
Purmamarca, como chegar por conta

Como visitar Purmamarca e o Cerro de los Siete Colores por conta

Há muitos anos atrás assisti no Globo Repórter uma matéria sobre uma montanha colorida numa cidadezinha remota na Argentina. Não guardei o nome da cidade, nem da montanha, nem nada. Mas uns anos depois, me recordei de Purmamarca quando li uma matéria em algum blog de viagem.

Purmamarca é um pequeno povoado localizado na Quebrada de Humahuaca, no norte da Argentina, e é lá que está o Cerro de Los Siete Colores, a atração mais conhecida e desejada na região.

Visitamos a montanha colorida e a cidade em um sábado por conta, a partir de Salta. Conto nesse post como fizemos, quanto gastamos e se valeu a pena.

O que fazer em Salta - Noroeste da Argentina

O que fazer em Salta, no noroeste da Argentina

Uma cidade grande, agitada e até caótica no noroeste da Argentina (NOA). Salta, carinhosamente chamada de ‘La Linda’, é linda mesmo e possui inúmeras atividades para o dia e para a noite.

Os salteños já possuem traços indígenas, como os vizinhos bolivianos e são amáveis e receptivos como são os argentinos de toda a parte do país, mas com mais calor humano e tradições mais marcantes.

Cachí - Passeios em Salta - Noroeste da Argentina

Passeios em Salta – Cachí

Salta é a capital da província de mesmo nome e é uma das cidades mais importantes do noroeste argentino.

Dentre museus, igrejas e construções coloniais, Salta oferece diversas opções de ecoturismo. Está há pouco mais de mil metros acima do nível do mar. Com clima de deserto e tradições andinas, La Linda – como é carinhosamente chamada – é base para quem quer conhecer o Parque Nacional de Los Cardones e outras belezas que estão no caminho para Cachí na famosa ruta 40.