Review de hospedagens pela Argentina e Chile

Review de hospedagens pela América do Sul – Argentina e Chile

Essa é uma série de posts que analisa as hospedagens que usei ao longo dos 5 meses que viajei pela América do Sul. Comecei pelo Brasil (veja aqui) e agora é hora de falar sobre os lugares que me hospedei na Argentina e no Chile durante o Pé no Mapa.

Buenos Aires, Salta e Tilcara são as cidades que vou abordar nessa análise na parte argentina e San Pedro de Atacama na chilena.

O que fazer em San Pedro do Atacama

O deserto mais alto e mais árido do mundo está pertinho da gente, localizado no norte chileno, indo até o Peru (na verdade algumas áreas eram peruanas antes de uma guerra, mas enfim).

A cidade base para quem quer conhecer as belezas da região é San Pedro do Atacama, a queridinha dos brasileiros. Cada passo é uma palavra em português! O pessoal que trabalha lá já fala várias coisas na nossa língua e o portunhol é super usado por todos 🙂

O Atacama, para os brazucas, ou San Pedro, para o resto do mundo, possui um clima bem roots e uma energia bem gostosa. Mas também tem preços altos e um zilhão de agências vendendo as mesmas coisas. Enfim, cidade muito turística é assim!

Mas em compensação, as paisagens são incríveis e facilmente você faz 400/500 fotos no dia. Tudo parece pintura.

Pé no Mapa – Passos de Tilcara/Purmamarca a San Pedro do Atacama

27º dia

Acordamos bem cedo, porque nosso ônibus sairia às 7h.

Era ônibus de viagem, mas lotou e muita gente foi em pé. Em 40 minutos descemos.

Ali, perto de um hotel, pararia o ônibus que iria para San Pedro do Atacama. Se tivesse lugar, poderíamos ir.

Ele passa entre 9h e 12h. Você não pode sair de lá para não correr o risco de perder o busão.