Chacaltaya e Valle de la Luna – como são os passeios

Quando você estiver em La Paz vai perceber que ali não é uma cidade grande qualquer. Tem sítio arqueológico, tem montanhas, tem formações rochosas e muito mais.

Eu fiz o Chacaltaya + Valle de la Luna (que não tem nada a ver com o Valle de la Luna no Atacama). Vou contar nesse post como foi e quanto custou fazer o passeio por agência.

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

>>> 10 coisas que você precisa saber antes de ir para a Bolívia <<<

Como fazer

Os passeios podem ser feitos separadamente por conta ou por agência.

Se você quiser fazer por conta, o Chacaltaya é feito com táxi, porque é bem distante da cidade. E o Valle de la Luna pode ser feito de táxi ou ônibus.

Não me lembro exatamente quando me disseram que daria, mas lembro que não valeria tanto a pena.

Fazer os dois passeios separadamente também sai mais caro se for com agência. Cada um deles dura meio dia.

Como é o passeio

No dia do passeio a van/micro-ônibus da empresa passou na nosso hostel, o Pirwa. Fomos os últimos, porque seguiríamos para o Chacaltaya primeiro.

São cerca de duas horas de distância. O caminho tem bastante subida, afinal o Chacaltaya está a mais de 5300 metros acima do nível do mar. O caminho é bem bonito.

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

No caminho mascamos coca e bebemos bastante água, para prevenir o soroche – mal de altitude.

Nosso motorista parou por cerca de 10 minutos para que pudéssemos fotografar o Chacaltaya e o Huayna Potosí. Depois disso seguimos subindo.

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

A van sobe até cerca de 5200 metros. A partir daí é com a gente. São menos de 200 metros, mas por causa da altura isso parece uma eternidade.

E pode esquecer seu preparo físico de academia. Isso não conta aqui.

Muita gente não consegue alcançar o cume e eu quase fui uma delas. A cada 2 minutos eu tinha taquicardia e tinha que me recuperar descansando por 10 minutos. Teve uma hora que eu me cansei de me cansar e disse para o Rodrigo seguir sozinho, porque eu não podia mais.

Ganhe 5% de desconto pelo blog. Basta usar o código SULAMERICANA5. Ajude a rentabilizar o blog! Clique para simular seu seguro.
Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

Eu chorando largada sem coragem de continuar

Ele pegou a câmera e foi! De vez em quando eu olhava para trás e ele parecia muito próximo. O Rodrigo também estava parando para descansar. Na verdade, quase todos que subiram, pararam várias vezes para tomar folego.

Daí eu pensei: não sei quando estarei aqui de novo e quando terei outra oportunidade. Falta pouco e eu vou tentar subir.

Fui avançando devagar, no mesmo esquema 2×10. Em alguns minutos eu estava lá, no cume do Chacaltaya. Foi incrível! A vista de lá é linda e ter conseguido me encheu de orgulho!

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

Não faziam nem 5 minutos que eu havia chegado quando o guia nos chamou para descer. Poxa vida! Cheguei agora!

De volta para o carro seguimos de volta para a cidade, mas íamos ao Valle de la Luna, que entes se chamava Valle de los Espíritos.

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

Na descida do Chacaltaya fizemos amizade com um casal brasiliense, a Débora e o Diego, e fizemos a trilha do Valle com eles.

Essa trilha também é bem cansativa. Sobe, desce. Sobe, desce. E o calor? De matar! Não é tão alto quanto o anterior, mas tudo por ali está em uma altura propícia para te deixar acabado ao mínimo esforço.

AirBnB - Ganhe R$100 na sua primeira hospedagem

Ganhe R$100 na sua primeira hospedagem e ajude a rentabilizar o blog

Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios Chalcataya e Valle de la Luna – como são os passeios

Depois de mais ou menos 40 minutos voltamos para a van e seguimos para o centro. Todos desembarcaram perto da igreja São Francisco.

Quanto custa e onde comprar

Os passeios são todos os mesmos. Você compra em uma agência e ela te coloca em um carro secundário. Acaba que vai no mesmo passeio pessoas que compraram em diferentes agências.

Minha dica aqui é: procure a mais barata. Nós pagamos Bs70 por pessoa na agência que oferecia o menor preços à época (fomos no início de outubro/2015).

Nas ruas Sarganaga e Llampu há várias agências de viagens. Cote e peça desconto, especialmente se estiver em grupo.

Dicas

  • Cuide da sua saúde e não brinque com a altitude, porque tem quem morra por causa do soroche. Veja aqui como se prevenir.
  • Tenha bastante água.
  • Se tiver uma calça-bermuda, melhor, porque no Chacaltaya faz frio, mas no Valle de la Luna faz bastante calor.
  • Protetor solar sempre!
  • Leve alguma coisa para comer

    Compartilhe esta imagem no Pinterest e leia mais tarde. Siga minhas pastas de viagem e se inspire!

Chacaltaya e Valle de la Luna na Bolívia - como chegar e como são os passeios

Anúncios

3 comentários sobre “Chacaltaya e Valle de la Luna – como são os passeios

  1. Pingback: Seis tipos de viagens pela América do Sul | Uma Sul Americana

  2. Pingback: Bolívia – 10 coisas que você precisa saber antes de viajar | Uma Sul Americana

  3. Pingback: Opções de Roteiro – Peru, Bolívia e Chile | Uma Sul Americana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s