Valle de la Luna no Atacama – tudo o que você precisa saber

O deserto do Atacama é um dos lugares mais extremos do planeta e recebe títulos espantosos: é o deserto mais alto e árido do mundo, onde não chove há mais de 23 milhões de anos, possui mais de mil quilômetros e  pode variar num único dia entre -10 e 40º.

Numa região tão curiosa assim, o Valle de la Luna é o passeio mais ofertado e buscado. É o mais IMPERDÍVEL!

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

♥ Como chegar ao Valle de la Luna

Partindo do centro de San Pedro do Atacama, a cidade base para quem quer conhecer as belezas do deserto, a entrada para o Valle de la Luna está a apenas 13 km.

Há 4 maneiras de chegar lá:

⇒ Tour – As agências de San Pedro oferecem o tour de meio dia, que começa por volta das 15h. Esse horário é escolhido por dois motivos: 1) o calor tá mais ameno e 2) o pôr do sol visto dali é espetacular.

A maioria dos tours integram o Valle de la Muerte e a Piedra del Coyote. Passa-se pelas cavernas da Cordilheira de Sal, pelas Três Marias, pelo Anfiteatro, pela Duna Grande e pelos cânions. Depois disso as agências seguem para o Vale da Morte e depois para a Pedra do Coiote, de onde vemos as cores incríveis que o pôr do sol dá às montanhas e ao vulcão Lincancabur.

Quanto custa – Você vai encontrar diversos preços, mas custa em média CLP 10 mil.

Seguro viagem barato

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber 4

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Cavernas de sal do Cânion do Valle de la Luna

⇒ Bike – Em San Pedro do Atacama você encontra facilmente bicicletas para alugar.

O passeio de bike exige um mínimo de preparo físico. Você vai pedalar os 13 km até a entrada, cerca de 1 hora (e voltar esse caminho), depois pedalar pelo Valle de la Luna. O caminho até lá é bem tranquilo, tirando o sol forte, o ar seco e a altitude, apesar de não ser ainda uma altura que vá te causar sintomas de soroche.

Pedalar dentro do Vale é que pode ser um desafio. São altos e baixos e é aí que seu corpo vai ser colocado à prova. Outra coisa: se atente aos pontos de interesse e tente um mapa do local para não se perder e nem perder nenhum atrativo de lá.

Como pagar barato em hospedagem

Reserve pelo Booking. Você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog

Combine a ida ao Valle de la Luna com o Valle de la Muerte. A dica é ir bem cedo para aproveitar o aluguel e para descansar entre uma parada e outra sem pressa. Como as agências vão na parte da tarde, aproveite a manhã para conhecer o Vale mais vazio.

Se ficar para o pôr do sol, você vai precisar de lanterna de cabeça. Leve muita água também. Pelo menos 2 litros!

Quanto custa – O aluguel  da bike por 6 horas custa em média CLP 3 mil e CLP 6 mil para 12 horas.

⇒ Caminhando – Ir a pé para o Valle de la Luna exige um bom preparo e força de vontade. São umas 2 horas de caminhada em um clima extremamente seco e o sol é escaldante. Não é muito comum, mas sempre tem os aventureiros que se metem a ir sem ajuda de pneus. Se for assim, tente levantar o dedo e pedir carona para os carros que estão indo para o Valle de la Luna.

⇒ De carro – Caso esteja de carro (ou moto) seu passeio será bem menos cansativo e muito mais proveitoso, porque você poderá passar um bom tempo pelo Vale sem se preocupar com horários ou cansaço físico.

♥ Quanto custa visitar o Valle de la Luna

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber 1

Duna Grande

Na portaria do Valle de la Luna é necessário pagar a entrada, que custa CLP 4 mil.

Dependendo do modo como decidir chegar, o passeio todo vai custar entre CLP 7 e 14 mil.

A cotação está R$1 para CLP 200, sem taxas. Para ver como está hoje use este site ou veja quanto está na sua cidade aqui.

♥ Dicas

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Pôr do sol na Pedra do Coiote

  • Se for fazer o passeio com um tour, faça no dia em que chegar, já que ele é feito na metade do dia.
  • Outra coisa, como a altitude do passeio ainda não é de causar males, o seu corpo vai habituando.
  • À tarde faz muito calor, mas à noite a temperatura cai entre 10 e 15º. Por isso o ideal é ter uma calça-bermuda ou uma calça que seja boa para os dois climas. Leve também um corta vento.
  • Use protetor solar, manteiga de cacau e tenha rinossoro sempre à mão. Caso contrário seus lábios, pele e narinas vão ficar extremamente ressecados e podem até cortar.
  • Tenha sempre água para manter o corpo hidratado, mesmo se for com tour.
  • Ao alugar a bike, exija bons equipamentos de segurança, como capacete e bomba. E procure não deixar o passaporte como garantia. Use o RG para isso.
  • Óculos de sol e boné ou chapéu são itens indispensáveis também, especialmente se for de bike ou caminhando.
Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

El Anfiteatro

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Isso branco é sal


Compartilhe esta imagem no Pinterest para ler o post mais tarde. Siga minhas pastas de viagem e se inspire

Valle de la Luna no Atacama - tudo o que você precisa saber

Viaje com descontos e vantagens

Compre e reserve pelos links do blog

Anúncios

5 comentários sobre “Valle de la Luna no Atacama – tudo o que você precisa saber

  1. Pingback: Opções de Roteiro – Peru, Bolívia e Chile | Uma Sul Americana

  2. Pingback: O que fazer em San Pedro do Atacama | Uma Sul Americana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s