Pôr do sol – Como fotografar a hora mágica nas suas viagens

Quando o sol está nascendo ou se pondo, não tem uma só pessoa com a câmera abaixada. Do celular ou da lente super incrível. Da janela do quarto ou do Valle de la Luna. A hora mágica é dona da atenção.

Hora mágica é esse momento lindo: o nascer e o pôr do sol, quando se pode captar as cores mais inusitadas e fazer as mais lindas composições.

Nesse post dou dicas para quem quer fazer fotos mais legais da hora mágica. Anota aí!

Fotografando o Pôr do sol - Colonia del Sacramento

♥ O melhor horário para fotografar

Antes de viajar, procure saber o horário do nascimento e do pôr do sol na cidade de destino.

Conforme o sol vai subindo ou descendo no horizonte o céu vai ganhando cores diferentes, mas os melhores momentos são os 30 minutinhos antes e depois.

Não sei se esse cálculo dá certo mesmo, porque ainda não testei, mas é o seguinte:

Posicione a mão entre o sol e o horizonte e conte 15 minutos para cada dedo.

Groovy-Matter - Como fotografar o por do sol nas viagens. Como calcular a hora do por do sol

Cálculo do tempo do pôr do sol – Groovy-Matter

♥ Composição de fotos no pôr do sol ou o nascer do sol

Aqui há muitas maneiras de compor suas fotos. Você pode fotografar o mesmo nascer ou pôr-do-sol e ainda assim ter fotos diferentes.

1 – Regra dos Terços

Já abordei a regra dos terços aqui. Com ela você consegue direcionar o olhar para os 4 pontos de interesse e o sol pode preencher uma delas.

Geralmente as câmera possuem essas linhas, mas caso não tenha, imagine a tela divida em três, tanto na vertical, quanto na horizontal. Os pontos de encontros das linhas são os pontos de interesse, aonde você deve posicionar o sol.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Regra dos Terços

Nascer do Sol no Salar de Uyuni

Compre seu seguro de viagem pelo blog e ganhe 5% de desconto com o código SULAMERICANA5 – Você paga menos e ajuda a rentabilizar o blog ♥

2 – Silhuetas

Procure protagonistas para a sua foto e crie silhuetas para não deixar o sol sozinho. Assim, sua foto ganha mais interesse e assunto.

Para isso, coloque o objeto entre você e o sol. Dessa forma, o corpo ou o objeto será apenas uma sombra. Os resultados são lindos. Quanto menos luz solar, mais escuro será seu protagonista.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Silhuetas

Brincando com a silhueta do Rodrigo com um cacto atrás dele – Nascer do Sol no Salar de Uyuni

Fotografando o Pôr do sol - Colonia del Sacramento

Pôr do Sol em Colônia del Sacramento – Rio da Prata

3 – Conte histórias

Essa hora é incrível de qualquer jeito e uma forma de surpreender ainda mais é contando histórias através das fotos.

Uma das minhas fotos mais elogiadas nos meus perfis pessoais foi uma foto que contava uma história de amor durante o pôr do sol em Colonia del Sacramento.

Nós nos viramos de frente para o sol e para o Rio da Prata, demos as mãos e as pessoas entenderam: duas pessoas que se amam, lado a lado, caminhando juntos e seguindo a mesma direção. Sei da interpretação por causa dos comentários que fizeram.

Crianças brincando, cachorros pulando, pipas no alto, casal se beijando, idosos caminhando… Tudo isso contará uma história.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Conte histórias

A história de um dia frio contado pela silhueta da árvore seca. Colonia del Sacramento, Uruguai

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Conte histórias

Uma história de amor em Colônia del Sacramento

Dicas para fotografar cachoeiras

4 – Mostre de onde vem ou para onde vai o sol

O sol vai surgindo do horizonte, clareando o dia e anunciando mais uma etapa a ser vivida. Ou ele está se despedindo, se escondendo no horizonte e deixando no céu só o rastro da sua luz.

Mas aonde você está? É legal mostrar de alguma forma que lugar é esse, mesmo que seja um monte de prédios.

Mostrar o reflexo do sol na água mostra que a paisagem é realmente encantadora, que só ganhou com o nascer ou o pôr do sol. Se ele está próximo a montanhas, se está atrás de árvores, se está mergulhando na cidade grande… Amplie sua foto e deixe as pessoas saberem onde você estava.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Regra dos Terços

Pôr do Sol no Arpoador, Rio de Janeiro

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Mostre onde está

Nascer do Sol no Salar de Uyuni, Bolívia

5 – Use o zoom da melhor forma

Com um campo aberto, o sol ficará menor na foto e em um campo menor, o sol vai preencher o espaço.

Dependendo do que você quer dizer ou das composições que deseja, o zoom deverá estar no seu máximo ou no seu mínimo.

Se sua intenção é focar na paisagem, mantenha o comprimento focal grande (ou seja, zoom mínimo), mas se você quer que o sol seja o rei da foto, aproxime o máximo que puder.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Mostre onde está 2

Pôr do Sol em Máncora, Peru

6 – Não se prenda ao sol

O sol é o astro da hora mágica e todas as câmeras e olhares estão focados nele, mas o que ele pode fazer no céu merece atenção. Olhe para os lados, para cima. Veja quais são as cores que o sol está proporcionando. Tons de rosa, laranja, vermelho. Montanhas coloridas, mares vermelhos. São infinitas as possibilidades de um nascer ou de um pôr-do-sol.

Como fotografar o nascer e o pôr do Sol nas viagens - Nascer do sol na Ilha Incahuasi

Nascer do sol na Ilha Incahuasi, Salar de Uyuni

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Não prenda ao sol

As cores das montanhas e do vulcão Licancabur durante o pôr do sol (que está do outro lado)

Dicas de como enquadrar e compor fotos de viagem

♥ Configurações da câmera

Mesmo em câmera compactas é possível configurar para que a sua foto seja a mais bonita possível.

Se você deixar no ‘auto’, sua câmera não irá captar as melhores fotos, porque ela provavelmente vai clarear demais e você vai perder as melhores cores.

Nos ajustes automáticos das câmeras, escolha as que indicam ‘nublado’, ‘sombra’ ou ‘pouca luz’. O ideal é “esquentar” a foto, deixando as cores mais intensas e vivas.

O mais legal da hora mágica é que não existe a configuração perfeita. Você vai testando até encontrar a que você mais gosta.

Mas se quer um direcionamento, teste o ISO entre 100 e 400, o tempo de exposição (velocidade do obturador) abaixo de 1/640 e a abertura entre f/4 e f/12. Mas lembre-se de que não existe configuração certa, já que a luz e a cor que você deseja vai depender muito do momento da foto.

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Configurações da Câmera

Diferentes configurações – Pôr do Sol em Máncora, Peru

Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens - Configurações da Câmera

Diferente tempo de exposição – Lago Titicaca, Copacabana – Bolívia

+ Dicas

  • Quanto mais alto você está, mais faixas de cores e luzes você terá
  • Para fotografar pessoas visivelmente (não apenas silhueta), use o flash
Como fotografar o nascer e o por do sol nas viagens

Pôr do Sol no Valle de La Luna – Atacama, Chile

Travessia de barco de Tabatinga a Manaus

O lindo pôr do sol no Rio Solimões na travessia Tabatinga – Manaus


Compartilhe a imagem abaixo no Pinterest e leia esse artigo mais tarde

Siga minhas pastas de viagem

Como fotografar o nascer e o pôr do sol nas viagens

Anúncios

5 comentários sobre “Pôr do sol – Como fotografar a hora mágica nas suas viagens

  1. Pingback: 10 dicas para fotografar pessoas nas viagens | Uma Sul Americana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s