Viagem com filhos - Dicas para mamães em um post colaborativo

Viagem com filhos – Post colaborativo com dicas para mães

Uma das tags do blog que mais tenho orgulho é a Mulher de Mochila, pra qual escrevo sobre o universo feminino, mesmo quando eu não estou inserida no assunto, como viagem com filhos – já que eu não sou mãe!

Eu queria muito escrever sobre isso, porque as mães ainda são muito invisibilizadas dentro de vários setores, como o Turismo, e movimentos, como o feminismo. Além disso, uma leitora pediu para que eu escrevesse sobre isso, porque ela quer muito começar, mas não sabe por onde.

Pra conseguir abordar o assunto, contei com ajuda de 22 mulheres, mães solos ou não, que participaram deste post colaborativo dando dicas e contando mais sobre suas experiências.

♥ Viagem com filhos – Como é pras mães solos

Como elas são tratadas?

Ganhe R$100 em sua primeira hospedagem - AirBnBO que me surpreendeu foi saber que, de forma geral, a mãe solo que viaja com filhos não sofre assédios ou preconceito por isso. Como no dia a dia as pessoas costumam ser bem cruéis com mulheres solteiras que são mães, eu esperava que viajando fosse a mesma coisa. E fiquei muito feliz em saber que não. Vai planeta!

As mães solos que responderam à pesquisa disseram que é muito pelo contrário: as pessoas costumam ser amigáveis e solícitas, sempre tentando ajudar. Uma delas comentou que eles viraram ‘café com leite’ e chegaram até a receber benefícios por estarem desacompanhados de um homem.

Outra mãe solo comentou sobre os olhares tortos e os comentários negativos que ela recebe por fazer viagem com o filho de carona. Ela é aventureira e faz, mesmo com o filho, viagens econômicas e mochilões, inclusive utilizando do couchsurfing, que é dormir de graça na casa de desconhecidos com intuito de fazer amizade e imersão na vida dos locais de cada destino.

Meu filho tem 10 meses. Sou mãe solo, porque o pai dele resolveu sair de casa logo que ele nasceu. Nesses 10 meses fiz três viagens com meu filho. A primeira foi para a praia, depois fui para Minas Gerais para ele conhecer a avó paterna e depois para São Paulo, com direito a compras na 25 de Março e Brás.
Quando eu era solteira, viajava muito! E quase sempre sozinha! Agora que sou mãe, precisei diminuir o ritmo, mas não parei rs. Meu sonho é fazer um mochilão com ele, ainda não sei bem o destino, mas o passaporte dele já está pronto! – Maria, Pedagoga de Joinville
Viagem com filhos - Dicas para mamães em um post colaborativo
Maria e o filho no Parque do Ibirapuera, em São Paulo

Mas, e os pais das crianças?

Essa questão é muito delicada e completamente pessoal. Cada depoimento dado pelas mães solos foi único.

Entre as respostas, há os pais que super apoiam e até vão junto em uma viagem familiar e os que impedem e interferem de forma negativa.

Uma das mães solos que respondeu, comentou que o pai da criança não quer assinar a permissão para que ela consiga fazer uma viagem internacional, porque ele teme que ela não volte com a filha.

Outra mamãe contou que o pai do filho dela tentou impedir a primeira viagem para o exterior, mas ela conseguiu resolver e deixa a dica, caso você passe por isso também:

“Consegui autorização judicial e aprendi o caminho das pedras”.

Um dos pais tem o costume ficar ligando o tempo todo durante as viagens que a mãe faz com o filho e cobra que ela responda as mensagens do WhatsApp prontamente. E quem viaja sabe que isso nem sempre é possível, né!

Viagem com filhos - Dicas para mamães em um post colaborativo
Gisele, do blog Viajadas, com um dos seu filhos no Uruguai
Viagem com filhos - Dicas para mamães em um post colaborativo
Gisele e seu filhão mais mais velho em Foz do Iguaçu

♥ As dificuldades de uma viagem com filhos

As mamães expuseram as dificuldades que elas encontram ao viajar com os filhotes:

…outra vez, nos Estados Unidos, quando eu passei mal e não tinha com quem contar para cuidar do meu filho.

  • Falta de estrutura hospitalar e medicamentos básicos, como dipirona, em cidades pequenas;
  • A questão financeira, que pode vir a ser até impeditivo;
  • Conciliar os interesses dos adultos e das crianças;
  • Não poder sair a noite para curtir barzinhos ou baladinhas;
  • Encontrar acomodação familiar;
  • Encontrar atividades que agrade e entretenha a todos (inclusive os adolescentes rs);
  • Alimentação, que pode ser difícil em algumas situações, ou por não ter opções saudáveis ou por ser muito diferente em outros países. Além disso, é preciso manter a rotina;
  • A língua em outros países, porque as crianças acabam não interagindo com as outras;
  • Carregar o peso das bagagens, especialmente com filhos menores, que usam muita roupa, mas não podem carregar nada;
  • A quantidade de itens que é necessário levar para os bebês (leite em pó, mamadeira, fralda, brinquedos, remédios, além das roupas);
  • O sono! Algumas crianças são acostumadas a dormir a tarde e viajando isso é um desafio.
Viagem com filhos - Dicas para mamães em um post colaborativo
Essa é a Luiza e sua filha, que hoje tem quase 5 anos

Acho complicado o sono, porque criança pequena precisa tirar alguns cochilos durante o dia, meu filho por exemplo, se não tirar um cochilo à tarde, fica muito irritado, isso as vezes impossibilita o aproveitamento de alguns passeios. Por isso é que eu penso que a viagem com filhos precisa ser planejada pensando em suprir primeiro as necessidades deles.

Viajamos pegando carona na BR. Quando demora para parar alguém, meu filho fica um pouco irritado e às vezes chora. É difícil vê-lo assim. Fico preocupada e com medo dele não querer mais viajar ou não aproveitar a viagem por se chatear. Mas logo que a gente entra em um carro isso passa e ele se diverte.

Viagem com filhos - Dicas para mamães
Fabiola, do blog Família que Viaja Junto, com o marido e os dois filhos, Cecília e Miguel

♥ As preocupações de uma viagem com filhos

Ter filho parece que vem no pacote ter preocupação, né? A lista delas é imensa. Só ficou curtinho aqui, porque as preocupações são basicamente as mesmas.

  • A saúde da criança (disparada como a maior preocupação ever)
  • A segurança;
  • Se a casa ou hotel tem lavanderia para lavar itens da criança, como as fraldas ecológicas;
  • O conforto e o bem estar, se está com fome, frio, sono, cansado…
  • Se haverá sistema de saúde em caso de necessidade (e que seja capaz de atender os serviços);
  • Se tem cozinha na hospedagem para preparar mamadeira e papinhas.
As preocupações são as mesmas que quando estamos em casa. Que eles estejam sempre felizes, bem alimentados, saudáveis e em segurança. – Anna Karla, do blog Pezinhos na Estrada

♥ As delícias de uma viagem com filhos

Se a lista de dificuldades e preocupações foi extensa, imagine a de coisas boas! Senti prazer só de ler a quantidade de momentos e experiências deliciosas essas crianças vivem.

Juro, enquanto eu lia, meu corpo se arrepiou várias vezes e meus olhos encheram de lágrimas <3

Anna Karla e os filhos Cecília e Felipe. Ver mais no blog Pezinhos na Estrada

A companhia do meu filho! Também adoro descobrir novos lugares com ele, aprender sobre culturas e hábitos diferentes. Os papos que levamos e a conexão que estabelecemos.

  • Ver a criança conhecendo e experimentando coisas novas;
  • Ver que as crianças conseguem se adaptar facilmente, mesmo em culturas muito diferentes e, o melhor, livre de preconceitos;
  • Compartilhar com seu filho o amor por viajar;
  • Ver o quanto a criança aprende e amadurece a cada volta pra casa;
  • Ter a companhia do seu filho é maravilhoso;
  • Ver a alegria deles e o quanto eles se divertem;
  • O deslumbramento das crianças com o que é diferente;
  • Dar aos filhos a oportunidade de respeitar as diferenças e ajudar a torna-los pessoas melhores que nós;
  • Ver que qualquer coisa é motivo de diversão;
  • Ver os sorrisos;
  • O momento em família;
  • A oportunidade de estreitar laços e vínculos com seus filhos.

A maior delícia é ver o mundo pelos olhos deles. Crianças e adolescentes são muito francos, então a gente acaba percebendo que algumas coisas não são tão importantes – enquanto outras, que acabamos não valorizando tanto, são muito divertidas!

O brilho nos olhos dela a cada novo lugar. A possibilidade de perceber coisas simples que, sem ela, talvez passariam batidas, como uma flor no caminho, um parquinho, uma praça, um bichinho que passa e até mesmo um simples catavento… Nossas viagens estão no blog Viagens de Mãe.

Eu sempre amei viajar. Depois que tive filhos, viajar ficou ainda mais gostoso. É muito bom poder conhecer novos lugares e dividir esse momento e essa experiência com meus filhos.
Ruthia e Pedro curtindo juntinhos – Ver mais no blog O Berço do Mundo

♥ Dicas e conselhos de viagem com filhos

Comprar passagens, reservar hotéis, viagens Booking
Reserve por aqui e ajude a manter o blog

Depois desses desabafos preocupados e orgulhosos, as mamães viajantes que participaram deste post colaborativo deixaram algumas dicas pras mães que ainda não vivem essa experiência com os filhos.

  • Sempre planeje e organize bem antes, especialmente com crianças pequenas;
  • Leve sempre remédios para as mais diversas necessidades, desde antialérgico a diarreia;
  • Fique tranquila, porque a primeira viagem é sempre um desafio, mas logo você se acostuma;
  • Se preocupe em se preparar para diversas temperaturas, especialmente em atividades outdoor;
  • Mesmo que seja uma vez por ano, viaje! A melhor coisa que podemos deixar para eles são esses momentos;
  • Se estiver sem orçamento, faça passeios ou trilhas na sua cidade mesmo. Museus, centros culturais e outros passeios turísticos internos;
  • Peça ajuda quando precisar e confie nas pessoas;
  • Comece por destinos próximos para compreender as necessidades do seu filho longe de casa;
  • Tente não ter medos ou neuras e permita-se descobrir o mundo com seu filho;
  • Permita que seu filho participe do planejamento da viagem;
  • Saiba que nem tudo sai como planejado e é preciso ter presença para lidar com os imprevistos;
  • Não preencha todos os horários com atividades, porque criança é uma caixinha de surpresa;
  • Seja compreensiva, paciente e leve. É normal eles terem picos de humor em uma viagem, seja por tédio ou por cansaço;
  • Não se esqueça dos documentos necessários. Caso o pai não assine a permissão pra viajar, busque ajuda jurídica;
  • Leve protetor solar e divirtam-se!
Crianças que viajam levam uma bagagem rica de cultura para a vida adulta, sem preconceitos e respeitando todas as diferenças.

Desde cedo que incluí o meu filho nas minhas deambulações, primeiro de carro, depois de avião, porque acredito que viajar lhe abre horizontes para um futuro risonho, que o vai transformar numa pessoa mais tolerante e sensível à diversidade. Porque é tão importante ensinar-lhe que vivemos num planeta maravilhoso, como incutir-lhe hábitos de higiene. Porque é fundamental mostrar-lhe que há meninos que vivem com um décimo do que ele tem, e são igualmente felizes. Hoje, o passaporte do Pedro conta já com meia dúzia de viagens intercontinentais, para além de outras tantas mais pequenas. Ele trata os aeroportos por tu, carrega o seu pequeno troley do Faísca McQueen, adora mapas, visitou dezenas de castelos e museus (e os seus desenhos revelam bem estas aventuras), fez amigos em várias línguas. O sorriso é mesmo a mais universal das línguas. – Ruthia

Os filhos não são, nem devem ser considerados uma desculpa para não viajar. Pelo contrário, eles são um motivo a mais para cair na estrada. Aproveite a companhia deles e desbrave o mundo! Mostre para eles as maravilhas que existem por aí. Ensine sobre a diversidade de paisagens, de culturas, de vida que há nesse mundo. Cultive as melhores lembranças que podem existir. Esse é o melhor patrimônio que você pode deixar para os seus filhos. Viajar é um investimento na educação deles. – Anna Karla

Ainda tem mais!

As mamães falaram sobre os tipos de viagens que fazem, onde costumam se hospedar e deram dicas sobre destinos pra quem quer fazer viagem com filhos, mas como esse post já tá longo e cheio de informações (vocês vão até se perder rs), achei melhor fazer outro. Mas prometo não demorar, tá?

Meninas, muito obrigada por participarem e me darem a oportunidade de falar sobre esse assunto tão lindo e importante! E quem mandou fotinho, mas não está neste post, é porque vou usar na continuação.

Agradecimentos às mamães, que além de tudo, são blogueiras:

À mãe do Antônio pelo Mundo

À Anna Karla. do Pezinhos na Estrada

À Ruthia, do O Berço do Mundo

À Fernanda, do Viagens de Mãe

À Fabíola, do Família que Viaja Junto

Se eu esqueci de alguma, desculpe! Mas me manda uma mensagem que eu acrescento aqui!

Viagem com filhos - dicas para mães que desejam viajar e não sabem por onde começar. Veja os depoimentos e as dicas das mães que viajam com crianças e adolescentes.
Compartilhe esta imagem no Pinterest para ler o artigo quando quiser

 

  • Rodrigo (18 de setembro de 2017)

    Muito massa relato destas mães! Parabéns para minha linda esposa dona deste texto incrível, e muito inspirador!

  • Carol Souza Lima (21 de outubro de 2017)

    Olá! Td bem? Super curti o post. Estava mesmo atras de muitas pessoas / mulheres / mãe solo para compartilhar e aprender um pouco mais.
    A partir de fevereiro, eu, como mãe solo, vou viajar o mundo por 1 ano com a minha pequena, que completa um ano em fevereiro mesmo.
    Começamos pelo Chile e o Peru.
    Já vijei para 50 países e não vejo sentido não incluí-la na volta ao mundo que já estava planejando para 2017 e posterguei para 2018. Então, acho que serei uma das poucas nesse Brasil a ser uma mãe solo viajante. Aliás, esse será o nome do site. Mãe solo viajante .

    Mto obrigada pela ajuda.
    Anime-se e ter filhos, na hora certa. Eu não era infeliz e não sabia. 😉
    Beijos
    Carol

LEAVE YOUR COMMENT

Your email address will not be published.

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.