Aluguel de casas, apartamentos e quartos – Como funciona o AirBnB

Entre as tantas formas de hospedagem na hora de viajar, há o AirBnB. Um site que funciona como rede social, onde você pode anunciar um espaço ou buscar um para alugar. Nele você pode alugar apartamentos, quartos, casas ou chalés para temporada.

Como funciona o AirBnB:

Você precisa criar um perfil na rede, carregando foto, contatos e informações pessoais, sendo anfitrião ou hospede. Por falar nisso, você pode ser os dois no mesmo perfil.Como funciona o AirBnB

Para buscar um espaço para alugar, use o campo de busca e os campos de datas. O AirBnB vai listar todos os imóveis disponíveis. Há como filtrar pelo preço, para facilitar sua escolha.

Ao lado há um mapa da região que você buscou, localizando cada imóvel. É ideal para saber se você estará perto dos seus pontos de interesse.Alugando um apartamento pelo AirBnB

O que aproxima o AirBnB de uma rede social é que você pode interagir com o anfitrião, fazendo perguntas e tirando suas dúvidas antes de fechar o aluguel da temporada.

Se quiser fechar negócio é bem fácil. Basta pedir para reservar, preencher as informações e escolher sua forma de pagamento: cartão de crédito (que cobra IOF, já que o preço é em dólar) ou via PayPal.

Como funciona o AirBnB

O cancelamento no AirBnB é imposto por cada anfitrião, que também pode cobrar uma taxa de limpeza, que é somada ao valor das diárias.

Depois de voltar você pode entrar no site de hospedagem para deixar comentários sobre o anfitrião e o imóvel, alertando ou indicando-os a futuros hospedes. O anfitrião pode fazer o mesmo com você!

Como funciona o AirBnB

Recebi um comentário positivo da minha anfitriã!

Minha experiência com o AirBnB:

Usei o site pela primeira vez esse ano, quando fui para São Bento do Sapucaí.

Escolhi a hospedaria da Regina, uma senhora espanhola que mora sozinha e aluga um de seus quartos.Como alugar apartamento pelo AirBnB

A casa era bem simples e aconchegante, parecia que eu estava hospedada na casa de um parente. No quarto havia três camas: uma de casal e um beliche. Era localizada no centro e oferecia garagem e café da manhã (bem caprichado).

Pagamos por duas pessoas R$314 por 2 pernoites, mas chegamos às 10h da sexta e saímos às 16h do domingo, o que daria 3 diárias em um hostel ou hotel.

Minha experiência no AirBnB foi bem positiva. Não tive nenhum problema com a casa, com a localização, com a anfitriã, que até ofereceu mais do que eu esperava.

Prós e contras de se hospedar no AirBnB:

Essa questão é bem pessoal e pode até não fazer diferença se comparado a outros modelos de hospedagens, já que muitas pousadas e hostels também alugam através do site.

Prós do AirBnB

  • Facilidade da busca e filtro
  • Mapa da região demonstrando o local dos imóveis disponíveis
  • Preço acessível
  • Comentários sobre os imóveis e anfitriões
  • Possibilidade de alugar uma casa ou apartamento inteiro para um grupo maior
  • Horários de check-in e check-out alternativos

Contras do AirBnB

  • Só poder pagar com cartão de crédito e PayPal
  • Cobrança em dólar mesmo dentro do seu país, gerando taxas
  • Liberdade e exigências que teríamos em uma hospedagem mais formal
  • Se está fazendo um mochilão ou uma viagem sem datas, acaba ficando preso por causa da hospedagem. Se reservar e pagar por 7 dias e decidir ir embora no 4º, como faz com o que está pago?

Conclusão sobre o AirBnB

Eu curto ficar em hostels (saiba mais sobre hostels aqui) e comparando a hospedagem do AirBnB, senti falta do clima jovem e alternativo que os albergues oferecem, a troca de cultura e histórias de muitos outros viajantes do mundo todo, mas a imersão cultural local pode ser muito maior estando hospedado na casa de um nativo/morador através AirBnB.

Agora, se seu negócio é o conforto e luxo de hotéis, também pode encontrar algo do tipo no site, mas não pense tanto em economia.

Update (13.06.2015)

Agora o AirBnB mudou a forma de pagamento no Brasil. O que eu considerava contra, não é mais.

Postaram a seguindo nota no Facebook:

Chegou o tão esperado momento para a comunidade Airbnb: as novas formas de pagamentos estão mais brazucas do que nunca. Agora você pode pagar suas viagens com cartões de créditos nacionais, boletos e parcelar o valor da hospedagem.

airbnb mudou a forma de pagamento no Brasil

Anúncios

Um comentário sobre “Aluguel de casas, apartamentos e quartos – Como funciona o AirBnB

  1. Pingback: AirBnB – Como ganhar R$100 de desconto para se hospedar | Uma Sul Americana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s