Purmamarca, como chegar por conta

Como visitar Purmamarca e o Cerro de los Siete Colores por conta

Há muitos anos atrás assisti no Globo Repórter uma matéria sobre uma montanha colorida numa cidadezinha remota na Argentina. Não guardei o nome da cidade, nem da montanha, nem nada. Mas uns anos depois, me recordei de Purmamarca quando li uma matéria em algum blog de viagem.

Purmamarca é um pequeno povoado localizado na Quebrada de Humahuaca, no norte da Argentina, e é lá que está o Cerro de Los Siete Colores, a atração mais conhecida e desejada na região.

Visitamos a montanha colorida e a cidade em um sábado por conta, a partir de Salta. Conto nesse post como fizemos, quanto gastamos e se valeu a pena.

Purmamarca, como chegar por conta

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE SALTA E JUJUY

Seguro viagem barato

♥ Como ir a Purmamarca a partir de Salta

Purmamarca faz parte da Quebrada de Humahuaca, Patrimônio da Humanidade, e está entre as cidades de Jujuy e Tilcara, pouco mais distante da cidade de Humahuaca, mas bem mais próxima das Salinas Grandes.

Purmamarca, como chegar por conta

A maioria dos tours fazem essas cidades (com exceção de Jujuy) em um dia de passeio e custam cerca de AR$400 por pessoa (R$114), mas decidimos fazer por conta partindo de Salta, porque estávamos “presos” lá por causa de um problema com o Itaú (leia aqui).

Na rodoviária de Salta pegamos um ônibus para Jujuy. Custou AR$70 por pessoa (R$20). Não há ônibus direto para Purmamarca. Em Jujuy tomamos outro ônibus, cheio de rostos indígenas e com costumes muito mais marcantes. Foi uma diversão e custou AR$40 por pessoa (R$11,50).

Levamos cerca de 3 horas para chegar em Purmamarca, porque demos sorte de conseguir bons horários de ônibus.

Purmamarca, como chegar por conta

Andamos pela cidade e ficamos encantados com a beleza exuberante e majestosa daquelas montanhas. Suas cores são inesquecíveis e a cidade é encantadora. É pequena e se percorre tudo a pé e em uma hora.

Pagamos AR$5 a locais para subir um monte, de onde se tem uma visão privilegiada das montanhas.

Comemos um lanche e fomos ver o horário de volta a Jujuy. Tínhamos mais uma hora para admirar as belezas de Purmamarca e do Cerro de los Siete Colores. O busão sairia às 16h, mas atrasou quase 30 minutos.

Purmamarca, como chegar por conta

Para voltar a Jujuy pagamos um ônibus que custou AR$42 (R$12). Era um ônibus de viagem, mas não haviam lugares marcados e eles vendem mais passagens do que há de assentos. A galera que ficou em pé não tinha onde se segurar e era visível que estavam desconfortáveis, por isso, chegue cedo no local de espera do ônibus.

Chegamos em Jujuy cerca de 1h40 depois e tivemos que esperar uns 40 minutos até que o próximo ônibus para Salta saísse. Custou AR$70 e partiu cerca de 18h20/30. Demoramos mais 1h40, chegando tarde e cansados a Salta.

Saímos 9h do hostel e só voltamos às 20h. Gastamos, por pessoa, AR$222 (R$63,50). Metade do preço que pagaríamos na agência, mas fizemos apenas uma cidade.

Purmamarca, como chegar por conta

A pergunta é: vale a pena visitar Purmamarca partindo de Salta? Sim e não.

Se você estiver em Salta, precisando economizar, vale sim! Mesmo sendo cansativo, a visita à Purmamarca vale a pena.

Agora se você puder se hospedar em Tilcara por uns dias, melhor.

♥ Como ir a Purmamarca a partir de Tilcara ou Jujuy

Comprar passagens, reservar hotéis, viagens Booking
Hospedagem em Salta e Tilcara

Depois que voltei de Foz e reencontrei o Rodrigo (por causa do problema com o Itaú), fomos para Tilcara.

Pagamos AR$122 por pessoa (R$35) até Tilcara, de onde se paga AR$10 (R$2,85) até a Purmamarca e o Cerro de los Siete Colores. Mais AR$10 para voltar, sai mais barato e menos cansativo, já que essa viagem dura 40 minutos.

Se estiver hospedado em Jujuy, é só tomar um ônibus até Purmamarca por ARS40, fazendo uma parte do trajeto de Salta.

Purmamarca, como chegar por conta

E se não quiser ficar em Tilcara uns dias, mas também pode gastar um pouco mais, integre um passeio. O valor é o dobro, mas se conhece vários pontos da Quebrada de Humahuaca, como o Cerro de los 14 colores e as Salinas Grandes.

Purmamarca, como chegar por contaPurmamarca, como chegar por contaPurmamarca, como chegar por contaPurmamarca, como chegar por contaPurmamarca, como chegar por conta


Compartilhe esta imagem no Pinterest

Como chegar por conta em Purmamarca - Cerro de los siete colores

  • marcel (19 de fevereiro de 2016)

    Olá queria saber quanto você gastou até purmamarca? se foi de onibus ou de avião até jujuy ou salta ?

    • Aline Rodrigues (19 de fevereiro de 2016)

      Oi, Marcel. Os gastos de Salta até Purmamarca tão aí no post. conheci a região no meio de um mochilão de 5 meses pela América do Sul, por isso não parti de SP pra lá. Fui de bus desde Buenos Aires pra Salta

      • marcel (19 de fevereiro de 2016)

        Que máximo isso 🙂 Adorei no primeiro instante que vi sua página têm muitas coisas muito legais

  • Eduardo (19 de fevereiro de 2016)

    Ola, como fez para ir de salta até foz? demora muito? e os custos?

    • Aline Rodrigues (19 de fevereiro de 2016)

      Oi, Eduardo. Demora sim, são 25 horas de viagem em três ônibus diferentes. Em Salta você compra sua passagem em alguma das empresas de bus no terminal terminal e eles te indicam onde você vai tomar um novo ônibus. Mas você precisa comprar pra Puerto Iguazu, cidade fronteira com Foz. Em Puerto você toma um bus de linha por 4 reais. De Salta a Puerto custa R$360 em média.

      • Eduardo (19 de fevereiro de 2016)

        Obrigado!

  • FABIANO COUTO MILAGRES (24 de abril de 2016)

    Oi Aline!!!
    Muito bacana o blog. Gostaria de uma sugestão de viagem! Eu e minha esposa viajaremos em julho para a região. Andei olhando horários de ônibus e até agora descobri que só há ônibus de San Pedro de Atacama para Salta ou Purmamarca 2 vezes por semana. Então, teremos apenas 3 dias para conhecer a região de Salta e da Quebrada de Humauaca. O que você indica? Queríamos ficar uma noite em Humauaca mesmo, ou seja, no povoado do Cierro Sete Colores. O que acha? E em Salta? O que indica nesse tempo?
    Obrigado!

    • Aline Rodrigues (24 de abril de 2016)

      Oi, Fabiano! Obrigada.
      Vocês vão amar. Essa região é muito linda.
      Olha, eu iria de San Pedro a Purmamarca. Dependendo do horário que chegar, da pra conhecer as montanhas coloridas e partir pra Tilcara, que é a melhor opção pra se hospedar na Quebrada de Humahuaca. Dia seguinte, conheça Pucara e parta pra Salta. Lá você pode escolher um dos inúmeros passeios – amei Cafayate.
      Ainda vai faltar o Cerro de Los 14 colores, que fica na cidade de Humahuaca. Estando em Tilcara, dá uma olhada pra saber se dá pra fazer um bate bate e volta rápido.
      Espero ter ajudado ?

  • Joe (20 de setembro de 2016)

    Olá Aline,
    Antes de tudo obrigado pelas fantasticas dicas sobre tudo bem detalhadas!
    Pretendo ir pra Salta entre dezembro e janeiro com minha companheira, gostaria de saber se, ficando hospedado em Salta, daria pra visitar os redores da região e de Jujuy sem precisar de agencias de viagem?
    Reparei tambem que tem muitas cidadezinhas ao redor de Salta e San Salvador de Jujuy, voce parou nelas?

    Obrigado desde já!

    • Aline Rodrigues (23 de setembro de 2016)

      Olá, Jose.
      Olha, dá pra fazer as cidades à partir de Salta por conta, sim! Basta pegar os ônibus na rodoviária, mas fica muito longe e a melhor opção é se hospedar em Tilcara.
      Esqueça Jujuy, a cidade não tem nada. De Salta você toma um bus pra Tilcara e de lá conhece as cidades que compõe a Quebrada de Humahuaca (Tilcara, Purmamarca e Humahuaca).

LEAVE YOUR COMMENT

Your email address will not be published.

You Might Also Like

Here you can find the related articles with the post you have recently read.